Pressionado no Palermo, técnico Beppe Iachini terá futuro decidido diante Chievo

Na 16ª posição e estando a dois pontos da zona de rebaixamento, o Palermo está muito mal no Campeonato Italiano, tendo sua situação agravada após a derrota diante do Empoli, por 1 a 0, jogando em casa. Para piorar, Bologna e Frosinone venceram, encostando mais ainda na equipe siciliana. 

O principal alvo da diretoria pelo ruim desempenho do clube na Serie A é o atual treinador Beppe Iachini, pois em 12 jogos comandando a equipe no lado de fora do gramado, Iachini conseguiu só quatro vitórias, aproveitamento bem abaixo da média, deixando acesa a luz de alerta no seu futuro frente ao Palermo.

Segundo o presidente do clube Rosanero, o futuro do atual treinador dependerá da próxima rodada. Caso ganhe a partida contra o Chievo, no estádio Renzo Barbera, neste próximo domingo (8), Beppe Iachini terá quase certa sua permanência, em contrapartida, uma derrota irá certamente ser o fim da caminhada do treinador no Palermo, que já dura duas temporadas.

Em entrevista dada a LiveSicilia Sport, o presidente Maurizio Zamparini comentou sobre o futuro o risco que corre de Iachini ser demitido da equipe siciliana, mas não cogitou nomes para substituir o atual comandante.

"Não há nada a dizer, no atual momento estamos vivendo uma grande tragédia. É claro que no próximo domingo na partida contra o Chievo será a última chance dele para ter as portas abertas aqui no Palermo.", concluiu o presidente.

"Não me pergunte sobre os possíveis nomes para substituí-lo. A única coisa que tenho a falar é que Iachini irá continuar por agora.", encerrou Maurizio.

Se Beppe Iachini for demitido do Palermo, será a terceira demissão do torneio. Por enquanto, os treinadores demitidos da competição foram Delio Rossi pelo Bologna e Fabrizio Castori na equipe do Carpi. Roberto Stellone no Frosinone e Andrea Mandorlini do Hellas Verona estão ameaçados, justamente por suas respectivas equipes não estarem fazendo uma boa Serie A.

Com 51 anos, Beppe Iachini está já à três temporadas no Palermo, mas possui passagens por Piacenza, Venezia, Cesena, Chievo, Brescia, Sampdoria e Siena. Iachini chegou na Aquile em 2013, quando o clube siciliano estava na Serie B. Conquistou a segundona italiana e na temporada passada deixou o Palermo na 11ª colocação.

VAVEL Logo