Pogba demonstra respeito e exalta camisa 10 da Juventus: "Uma honra poder usar"
Foto: Divulgação/Juventus

Com a camisa 10 da Juventus desde a saída de Carlos Tévez, ao fim da vitoriosa temporada 2014/15, Paul Pogba disse, nesta quinta-feira (5), que o peso simbólico do número é muito grande, e que poder utilizá-lo é uma honra. Desde que assumiu tal responsabilidade, o francês já marcou dois gols e deu cinco passes para tentos, apesar do oscilante início de temporada da Juve após as saídas de vários nomes importantes. Indo além, o jovem até citou as lendas da camisa 10.

"Quando eu coloco a camisa da Juve, sempre é uma honra, mas eu sei que a 10 é muito importante. Jogadores realmente excelentes puderam fazer isso [Platini, Baggio, Del Piero, etc], por esse motivo é um honra para mim poder utilizar a camisa 10", garantiu Paul. "Digo a mim mesmo que tenho que fazer como eles, pois todos estão esperando por mim e caso contrário irão me matar. Eu tenho de jogar bem, tenho de respeitar esse número, a camisa", continuou exaltando o meia.

Sobre o sofrido empate da Juventus contra o Borussia Mönchengladbach, por 1 a 1, pela fase de grupos da UEFA Champions League, Pogba minimizou o resultado: "Sabemos que a Juventus está um nível acima do Borussia, e é sempre duro jogar contra uma equipe menor, além do fato de estarmos longe de casa", comentou. "Manchester City? Sempre queremos ganhar, mas a coisa mais importante é passar (de fase) e não sou o treinador", prosseguiu.

"Até 10, quanto eu amo a Juve? 10. Desde que estou aqui, sempre tenho dado o meu melhor para o clube, para a camisa, para tudo. Eu sempre jogo 100%", deixou claro o habilidoso atleta. "A Juventus me possibilitou ir à seleção nacional, foi onde marquei meu primeiro gol. Então, eles estão no meu coração", afirmou. "Os meus objetivos? Um dia eu quero ganhar a Bola de Ouro, a Champions League, a Copa do Mundo... Eu quero ganhar tudo", terminou Pogba.

VAVEL Logo