Ibrahimovic diz que Serie A é a melhor liga do mundo e garante: "Milan é o maior time que atuei"

Nessa terça-feira (10), o atacante do PSG, Zlatan Ibrahimovic, concedeu uma entrevista para o jornal italiano Gazzetta dello Sport e abordou muitos assuntos interessantes. Dentre eles, falou sobre a sua passagem no Milan, revelou que realmente recebeu uma oferta do Diavolo nessa janela de transferências, elogiou muito a Serie A e também falou sobre o seu futuro.

Ibrahimovic lembrou com muito carinho da sua passagem pelo Milan. O jogador disse que se depende somente dele, jamais teria deixado o clube e ainda explicou os motivos que o fizeram dizer não para a proposta do Diavolo.

Na última janela de transferências eu recebi uma oferta concreta do Milan, mas não era o que eu queria no momento e disse não. Se eu tivesse dito sim, o negócio teria acontecido. Mas eu sou muito grato ao Milan que, para mim, é o maior clube no qual eu joguei, e eu joguei por muitos clubes importantes. Se dependesse de mim, não teria deixado o clube em 2012, mas isso faz parte do passado”, revelou o atacante, de 34 anos.

Depois, o craque sueco admitiu que considera o Campeonato Italiano o mais difícil do mundo para um atacante e relembra as suas conquistas individuais e coletivas com os três maiores clubes do país: Milan, Juventus e Internazionale.

Considero a Itália a minha segunda casa. Foi lá que eu me tornei famoso futebolisticamente quando joguei na Juventus. Tirando o ano em que passei em Barcelona, joguei e vivi na Itália de 2004 até 2012. Venci o campeonato nos três clubes que atuei, fui artilheiro e eleito o melhor jogador. Sinto falta da Itália e considero o campeonato mais belo e difícil do mundo para um atacante, porque se pensa primeiro em não tomar gol e depois em fazer”, afirmou.

Por fim, projetou o seu futuro e disse que, enquanto se sentir em forma e correspondendo em campo, não pensa em aposentadoria. “Tudo pode acontecer. Me sinto bem e estou jogando bem. Daqui a seis meses ou um ano eu não já não sei, mas enquanto eu estiver em forma e sentindo que posso continuar em campo, não penso em parar de jogar”, concluiu.

VAVEL Logo