Lass Diarra confirma morte de prima em série de atentados na França

O atentado terrorista que colocou a França em pânico nesta sexta-feira (13), tinha um dos alvos, o Stade de France, onde o volante Lass Diarra, defendia a seleção francesa, diante da Alemanha, em amistoso. Nada aconteceu com jogador, mas sua prima, Asta Diakite, não teve a mesma sorte, e foi uma das 129 vítimas dos ataques, conforme informações do próprio Diarra.

O jogador publicou uma mensagem nas redes sociais confirmando a morte da prima, que considerava como uma "grande irmã". Lass Diarra também aproveitou para agradecer o apoio que tem recebido, e no fim do discurso, postou a hashtag #rezepelapaz.

Confira a mensagem na íntegra: 

"Na sequência dos atentados dramáticos que ontem aconteceram em Paris, é com o coração pesado que me levanto hoje. Como talvez vocês já saibam, eu fui afetado pessoalmente por esses ataques. Minha prima, Asta Diakite, é uma das vítimas dos ataques que aconteceram ontem, assim como cerca de outros 100 franceses inocentes. Ela foi um guia, um apoio e uma irmã mais velha para mim.

Neste clima de terror é importante para todos nós, enquanto representantes do nosso país e da sua diversidade, falar e permanecer unidos diante de um terror que não tem cor nem religião. Defendamos juntos o amor, o respeito e a paz. Obrigado pelo apoio e mensagens”
.

Companheiro de Diarra na Seleção Francesa, o atacante Griezmann também usou as redes sociais para comunicar que sua irmã, estava no Bataclan, casa de shows invadida pelos terroristas, onde mais de 100 pessoas foram feitas reféns. O jogador do Atlético de Madrid, lamentou pelas vítimas, mas agradeceu por sua irmã sair com vida do local: "Graças a Deus minha irmã foi capaz de sair do Bataclan. Todas as minhas preces vão para as vítimas e suas famílias", escreveu.

VAVEL Logo