NY Cosmos derrota Ottawa Fury e conquista sétimo título da NASL no adeus de Raúl e Marcos Senna
Foto: Divulgação/NY Cosmos

O New York Cosmos conquistou a North American Soccer League pela sétima vez em sua história. Na despedida de Raúl e Marcos Senna do futebol profissional, o time alviverde bateu o Ottawa Fury por 3 a 2, na noite deste domingo (15). O destaque da partida foi Gaston Cellerino, que marcou três gols. Tom Heinemann, duas vezes, descontou para o time canadense.

Raúl, ídolo do Real Madrid, e Marcos Senna, brasileiro naturalizado espanhol, penduram as chuteiras com o título do Soccer Bowl. Esta foi a sétima conquista do Cosmos na NASL (1972, 1977, 1978, 1980 e 1982), (2013 e 2015 após o renascimento da liga).

O sistema de disputa da NASL é diferente da MLS. As duas ligas não são vinculadas e não existe rebaixamento no futebol dos Estados Unidos. A Federação de futebol do país considera a NASL como a segunda divisão ou segunda liga em importância. Os playoffs são decididos entre o campeão da Spring Season (1º turno), que foi o Cosmos, o campeão da Fall Season (2º turno), Ottawa, além do terceiro e quarto melhores colocados na combinação dos dois turnos, Minnesota (time onde atua Ibson) e Fort Lauderdale (Ronaldo é um dos sócios).

O time alviverde abriu o placar aos oito minutos. Szetela disputou com o defensor e a bola sobrou para Cellerino. O atacante venceu dois marcadores com o corpo e conseguiu chutar por baixo do goleiro. Melhores na partida, o Cosmos quase ampliou: Raúl tocou para Cellerino, que girou e bateu rasteiro para fora.

Na volta do intervalo, a partida ficou mais interessante: Restrepo recebeu na direita e cruzou para o meio, Cellerino apareceu livre, mas chutou por cima da meta. O Ottawa teve um jogador expulso: Trafford pisou com os dois pés nas costelas do atacante argentino do Cosmos e recebeu vermelho direto. Mesmo com um a menos, a equipe canadense empatou: Wiedeman tocou em profundidade para Heinemann, o camisa 9 tocou na saída de Maurer.

Dois minutos mais tarde, o Cosmos voltou a ficar na frente do placar: Restrepo cruzou, a defesa do Ottawa falou e Cellerino, quase dentro do gol, empurrou para as redes. O camisa 13 do New York estava demais, queria jogo. Raúl cruzou e o atacante argentino cabeceou, Peiser mandou para escanteio.

Seguindo no ataque, o alviverde ampliou: Raúl tocou de três dedos para Cellerino, que arrancou, entrou na área e chutou e deslocou o goleiro, marcando o terceiro. Nos acréscimos, Rafael Alves fez boa jogada pela esquerda e chutou. O goleiro Maurer deu rebote e Heinemann empurro para as redes.

VAVEL Logo