Colômbia e Argentina duelam em busca da reabilitação nas Eliminatórias

A noite desta terça-feira (17) será reservada para a quarta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Em campo, a Colômbia receberá a Argentina no estádio Metropolitano Barranquila, às 18h30 no horário de Brasília

O começo das duas seleções na competição eliminatória com turno e returno não foi empolgante para ambos os técnicos e torcedores. Os colombianos frequentam a 6° posição na tabela, e com quatro pontos, vêm de um empate heroico diante do Chile na última rodada. James Rodríguez, após volta de lesão, é a esperança dos anfitriões.

Já os argentinos seguem enfrentando a oscilação e de ressaca de dois recentes vices na Copa do Mundo e na Copa América. Com apenas dois pontos, os hermanos estão na vice-lanterna da competição, à frente apenas da Venezuela.

José Pékerman quer postura ofensiva para confronto direto

A boa campanha feita na Copa do Mundo de 2014 já é águas passadas para a seleção do técnico argentino José Pékerman. As más apresentações na Copa América no Chile fizeram com que o treinador fosse pressionado por bons resultados. De início, uma vitória tranquila sobre o Peru na primeira rodada das Eliminatórias parecia ter acalmado os ânimos da torcida, e empolgado os torcedores. Parecia. A derrota para o Uruguai foi uma dura queda, e o jogo contra o Chile, uma nova oscilação. Agora com um bom rendimento, os colombianos arrancaram um empate em Santiago.

O técnico que é argentino, mas comandará os colombianos nesta noite, José Pékerman quer sua equipe em cima dos hermanos, e que o fator casa se prevaleça dentro da partida: “Vamos atacar a Argentina pois jogaremos em casa e a vitória é o único resultado que nos interessa. Queremos terminar essa fase com sete pontos”, salientou.

Craque colombiano, James Rodríguez vê o jogo como um bom bom momento para a Colômbia mostrar sua força:“A Argentina não tem desculpas e vai sair jogando para ganhar. Temos que estar unidos e correr todos juntos. Se estamos unidos, vamos poder ganhar”, declarou o camisa dez e a esperança de gols da Colômbia no jogo.

Tratando-se de modificações no time titular e desfalques, o lateral-direito Santiago Arias e o meia Carlos Sánchez, estão suspensos para o jogo de hoje. Os substitutos poderão ser Palacios e Cardona. Lesionado, Jackson Martínez é baixa. Teófilo Gutiérrez, por sua vez, deverá ser o companheiro de Muriel no ataque. Carlos Bacca deve ir para o banco.

Argentina contra os desfalques e o mau rendimento

Sem vencer ainda nestas Eliminatórias, o técnico Gerardo Martino terá de repensar novamente seu estilo de jogo para o confronto na Colômbia. Ainda sem Lionel Messi, Carlos Tevez, Kun Aguero e Pastore, o técnico argentino precisará lidar com os desfalques, além da pressão por resultados. Na vice-lanterna, a Argentina foi derrotada em casa pelo Equador na primeira rodada; empatou com Paraguai e Brasil

Sobre o jogo, Martino falou sobre o que espera da partida, e almejou tranquilidade apenas se vencer a Colômbia nesta terça: “Se quisermos tranquilidade, temos que ganhar na Colômbia. Espero um jogo aberto, com duas equipes buscando a vitória. Portanto, estou confiante”, disse Martino, que reclamou do jogo diante do Brasil, por conta da retranca de Dunga.

A vitória é sim o único resultado em que os argentinos podem pensar parece esse jogo. Caso contrário, o futuro de Tata Martino estará indefinido. Com mais desfalques, e o péssimo rendimento após a derrota para o Chile na Copa América, o treinador terá que remontar o time que terá a ausência de apenas um jogador na defesa, além dos já citados jogadores de frente que fazem falta ao elenco Hermano.

Com apenas uma modificação em relação ao clássico contra o Brasil, o lateral-direito Facundo Roncaglia dará lugar a Gino Peruzzi, que estreia no time titular, por conta da suspensão da primeira opção de Martino. Uma boa notícia para os visitantes é a volta de Gonzalo Higuaín, que após ser dúvida, foi confirmado para o jogo. 

VAVEL Logo