No último amistoso do ano, Itália leva gol no final e fica no empate com a Romênia

Nessa terça-feira (17), Itália e Romênia se enfrentaram em amistoso internacional no estádio Renato Dall'Ara, em Bologna, e a partida terminou empatada por 2 a 2. Os gols foram anotados por Marchisio e Gabbiadini para os italianos, enquanto Stancu e Andone guardaram para os romenos.

Essas duas seleções estão classificaram para a Eurocopa de 2016, que será disputada na França. A Itália se classificou como líder do Grupo H com sete vitórias e três empates. Já a Romênia se qualificou como segunda colocada do Grupo F, com cinco vitórias e cinco derrotas. 

Agora, tanto Itália quanto a Romênia só terão compromissos em 2016, na próxima data Fifa. 

Itália joga mal e Romênia abre o marcador

O primeiro tempo em Bologna começou bem equilibrado com as duas equipes buscando atacar, deixando o jogo mais agradável. A Itália iniciou no 4-4-2 que tem lhe parece ser o esquema que a equipe utilizará na Eurocopa 2016 e a Romênia com o seu tradicional 4-2-3-1 muito bem compactado.

E logo nos primeiros minutos do duelo, a Romênia chegou com em duas oportunidades, na primeira, Torje arriscou de longa distância e obrigou Buffon a realizar uma grande defesa, espalmando para escanteio. Na segunda chegada, saiu o primeiro gol dos visitantes com Stancu que aproveitou uma bobeada da dupla Darmian e Barzagli e tocou no canto, sem chances para Buffon.

Após o gol, a Itália partiu para cima em busca do empate, mas errava muito, principalmente no meio de campo com Soriano que foi escalado para dar mais qualidade ao setor, mas o jogador da Sampdoria não estava inspirado nos passes. E a primeira chance italiana surgiu em cobrança de escanteio quando Pelle subiu mais do que todo mundo, mas cabeceou para fora.

A Itália sem muita criatividade abusava dos lançamentos para o centroavante Pelle tentar fazer a parede, mas sem sucesso.  Já no final da primeira etapa, El Shaarawy teve a chance de empatar após bom passe de Eder, mas o jogador do Mônaco não dominou a bola corretamente e o goleiro Tatarunasu abafou na hora do chute.

Itália melhora, vira o placar, mas sofre gol no fim 

No segundo tempo, o panorama da partida foi modificado, mas não taticamente, já que as equipes voltaram com a mesma disposição tática, mas a Itália voltou com muito mais vontade em campo.

Mas o jogo mudou radicalmente aos dez minutos quando Grigore cometeu pênalti em Eder. Na cobrança, Marchisio cobrou com frieza e empatou o duelo, a bola ainda bateu na trave antes de entrar. A partir daí, os italianos cresceram na partida também por conta das alterações feitas pelo treinador Conte que mudou o sistema ofensivo colocando: Gabbiadini, Okaka e Montolivo.

E o atacante mostrou-se perigoso muito rapidamente quando Florenzi fez cruzamento para a área e Gabbiadini cabeceou para fora. Alguns minutos mais tarde, Marchisio fez boa jogada e tocou para o atacante do Napoli que novamente de cabeça empurrou para o fundo das redes.

Mesmo em vantagem, a Itália continuou a ser ofensiva e quase aumentou o placar em duas chances com El Shaarawy. Primeiro, o ex-atacante do Milan aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou com perigo, mas por cima do gol. Depois, El Shaarawy recebeu passe, dominou e bateu para o gol, mas Prepelita que tinha acabado de entrar salvou em cima da linha.

Quando o resultado caminhava para uma vitória italiana, a Romênia aproveitou que estava com um jogador a mais por conta de uma lesão de Gabbiadini e foi buscar o empate já nos minutos finais com Andone que aproveitou rebote de Sirigu e empurrou para o fundo das redes, e assim, o resultado se manteve até o apito final do árbitro.

VAVEL Logo