Neymar e o peso de ser o maior jogador do Barcelona

O fim de semana reserva para o amante do futebol um dos maiores clássicos dos esportes. Na capital espanhola, Real Madrid e Barcelona se encontrarão mais uma vez para oporem as grandezas cada vez mais expoentes. Os elencos recheados de estrelas mundiais medirão forças e as chances da decisão do jogo sair dos pés de um jogador é enorme. Trata-se de Neymar. O brasileiro é o maior jogador do time catalão no momento e grande esperança para abrir vantagem no topo da Liga.

Muitas perguntas são feitas quanto ao futuro do Barcelona, já que uma hora, Lionel Messi não terá o mesmo desempenho. Pensando nisso, Neymar foi contratado, mas vivia à margem do camisa 10 catalão. Normal, já que o argentino é o maior jogador dos últimos anos. Mas uma amostra do que virá em um futuro não tão distante está sendo mostrado nesta metade da temporada.

Quando Messi se contundiu, em setembro, o mundo do futebol se perguntou o que seria do Barcelona. Isso aumentou após derrotas e mais contusões, como Iniesta. Muitos colocavam a pressão de conduzir o time culé nas costas de Suarez, mas quem apareceu foi Neymar Jr. Naturalmente, sem querer forçar etapas e sendo decisivo, o brasileiro fez dessa etapa sem Leo, apenas um recado para o torcedor barcelonista. Ele está pronto para ser o sucessor de Messi.

Contando sempre com Luis Suarez, Neymar encantou de vez o mundo. O início de temporada do camisa 11 é um absurdo. Tanto na Liga, quanto na Champions, Ney é intenso, decisivo, mortal e coletivo. Esqueçam aquele jogador cai-cai de Santos. Sua objetividade, habilidade e velocidade rumo ao gol, ajudou inúmeras vezes, como na difícil partida contra o Rayo Vallecano, onde arrumou dois pênaltis e ainda teve outro não marcado.

Jogando mais aberto pela esquerda, conduz o ataque de forma veterana. Todo lance de ataque, a bola passa por seus pés. Seja para uma assistência, ou um drible abrindo espaço, ou numa passagem levando a marcação, ele aparece por todo momento. Mesmo todos os enormes problemas, o brasileiro se transformou no artilheiro da equipe.

Desde a contusão de Messi, apenas Neymar e Luis Suarez marcaram pela Liga Espanhol

Os números são impressionantes. Desde a contusão de Messi, apenas o brasileiro e Suarez marcaram pelo Barcelona na Liga Espanhola. Além disso, apenas quatro não tiveram a dupla catalã marcando, tentos esses marcados pela Champions.

Para o Clássico, há a expectativa de que Messi retorne e atue, ao menos, 30 minutos. Tem quem diga que essa volta é precipitada e pode agravar a contusão do argentino, o que seria trágico para o Barça. Mas uma luz de esperança já foi acessa com o enorme crescimento de Neymar. Sua atuação será primordial para as pretensões do time da Catalunha no duelo de sábado. Diante da boa defesa merengue, suas jogadas individuais e coletivas terão um peso ainda maior. A fase é ótima e ele deverá encarar um ex-companheiro de time. Danilo, lateral direito do Real Madrid, já foi parceiro de Santos, conhece bem Neymar, mas sabe que o imprevisível sempre acontece, quando se enfrenta um jogador desse peso.

Para Ney, a pressão do Santiago Bernabéu será indiferente. O menino carrega em suas costas pesos maiores, como a responsabilidade de carregar uma das melhores equipes do mundo sem o maior jogador do planeta, além de ser capitão da seleção mais vitoriosa de todos os tempos. Tudo isso com apenas 23 anos.

As perguntas que foram feitas muitas vezes estão sendo respondidas partida após partida, rodada após rodada. No Super Clássico deste fim de semana, essas questões terão um peso maior e a resposta estará nos pés de Neymar. Só que a dúvida principal apenas o tempo responderá. Se existe vida após Messi, essa vida está sendo preparada com os pés de um brasileiro.

VAVEL Logo