Paris Saint-Germain derrota Lorient fora de casa e abre 13 pontos de vantagem na liderança

O Paris Saint-Germain segue invicto nesta temporada da Ligue 1. O clube da capital francesa derrotou o Lorient, fora de casa, por 2 a 1, em partida válida pela 14ª rodada. Os gols parisienses foram marcados por Hervin Ongenda e Blaise Matuidi. Moukandjo descontou para os Merlus, este foi o seu 10º gol na competição, tornando-se artilheiro isolado.

Líder absoluto do Campeonato Francês, o Paris SG soma 38 pontos. O segundo colocado, Lyon, perdeu nesta rodada e estacionou nos 25 pontos. O Lorient segue em sétimo, com 20 pontos. Agora o foco dos parisienses muda, o clube tem importante partida contra o Malmo, pela Uefa Champions League, na quarta-feira (25). O próximo compromisso pela Ligue 1 será contra o Troyes, no sábado (28). Os Merlus encaram o Gazélec Ajaccio, fora de casa, no mesmo dia.

Lorient assustou, mas o PSG foi efetivo e abriu vantagem

Antes do inicio da partida, aconteceram homenagens às vitimas dos atentados que aconteceram em Paris, na última sexta-feira (13). O hino francês, La Marseillaise, foi tocado, pombas brancas voaram pelo estádio, e também foi respeitado um minuto de silêncio. O PSG jogou com a frase “Je Suis Paris” abaixo do escudo. O Lorient também estampou em sua camisa um símbolo de solidariedade.

O jogo começou amarrado no meio-campo, o Paris SG trocava passes e só aos 11 minutos veio o primeiro chute: após lançamento, Matuidi amorteceu e Ibrahimovic chutou rasteiro, pela linha de fundo. O Lorient - que até então mantinha uma postura defensiva - chegou com Guerreiro, que arrematou e Trapp encaixou. Pouco depois, Jeannot chutou de fora da área e o goleiro alemão mandou para escanteio.

A pressão dos mandantes não foi efetiva, o PSG voltou a dominar as ações. Aos 26 minutos, Van der Wiel cruzou e Ongenda completou com estilo por baixo das pernas de Lecomte. Sem piedade, o clube da capital ampliou: Ibrahimovic tabelou com Ongenda e recebeu na esquerda. O sueco cruzou rasteiro para o meio e Matuidi empurrou para as redes.

Do outro lado, Le Goff cruzou e Jeannot desviou, Trapp defendeu sem dificuldades. Com a vantagem, o PSG rodava a bola, deixava o tempo passar e diminuía o ritmo de jogo.

Paris tenta administrar vantagem, mas Lorient diminui e pressiona no fim

No inicio da etapa final, Barthelme serviu Guerreiro que bateu colocado, a bola passou perto da trave. No lance seguinte, Van der Wiel cruzou, Ongenda cabeceou para baixo e Lecomte espalmou quase dentro do gol. O árbitro olhou para o relógio e mandou o jogo seguir. A tecnologia da linha do gol confirmou que a bola não entrou toda.

Guerreiro procurava o jogo, tentava armar as investidas do Lorient, mas não tinha ajuda dos companheiros. O Paris não tinha pressa e só administrava o resultado, a intensidade caiu muito. Jeannot levou uma cotovelada involuntária de Lucas e ficou com o nariz sangrando. O camisa 7 do PSG chutou de fora da área e a bola foi por cima do gol.

A preguiça do PSG dava oportunidades aos Merlus. Le Goff cruzou e Guerreiro cabeceou nas mãos de Trapp. Aos 36 minutos, os mandantes diminuíram: Philippoteaux fez boa jogada pela direita, pedalou para cima do Van der Wiel e cruzou para Moukandjo que cabeceou para as redes. A resposta do PSG veio com Ibrahimovic: o camisa 10 soltou a bomba e Lecomte defendeu em dois tempos.

O Lorient se animou após o tento. A equipe colocou o líder contra a parede e foi no abafa em busca do empate. A torcida apoiava e o time acreditava. A defesa parisiense se fechava de todas as formas e recorria ao chutão para afastar o perigo. O árbitro apontou o centro de campo, PSG abre 13 pontos na liderança.

VAVEL Logo