Kalinic marca duas vezes e evita derrota da Fiorentina no dérbi contra o Empoli

Num jogo muito movimentado e com tempos bem distintos, Fiorentina e Empoli empataram em 2 a 2 no dérbi da Toscana. Livaja e Büchel abriram vantagem para os visitantes do primeiro tempo, mas Kalinic, artilheiro da Serie A com nove gols, marcou duas vezes na segunda etapa para empatar. A Viola agora divide a liderança com o Napoli, com 28 pontos, e pode ser ultrapassada pela Inter até o fim da rodada. O Empoli é o 16º, com 15.

Na próxima quinta-feira (26), a Fiorentina duela contra o Basel, na Suíça, às 16h, em jogo importante na busca por uma vaga no mata-mata da Europa League. Pela Serie A, a Viola visita o Sassuolo, na segunda-feira (30), às 16h. No domingo (29), o Empoli joga em casa diante da Lazio, às 15h. Todos os jogos no horário de Brasília.

Empoli surpreende e abre vantagem em Florença

Avaliando o desgaste pela data Fifa e a partida da Europa League no meio de semana, o técnico Paulo Sousa deixou Kalinic e Ilicic no banco da Fiorentina, promovendo as entradas de Babacar e Matías Fernández. Do outro lado, o Empoli montou sua estratégia baseando-se na pressão na saída de bola rival e colheu muitos frutos.

Time que mais tem a posse de bola na Serie A, a Viola sofreu até para fazer isso - terminou a primeira etapa com 58% do tempo com a posse. Além disso, não conseguiu criar chances: foram apenas duas finalizações, contra nove do Empoli, que teve sempre as oportunidades mais claras.

Aos 12, Livaja recebeu na entrada da área e abriu para Saponara, que bateu de primeira para defesa tranquila de Tatarusanu. Três minutos depois, em boa jogada de Saponara pelo meio, Maccarone recebeu com espaço pela esquerda, mas bateu fraco, mas outra vez o goleiro viola defendeu outra vez sem sustos. Aos 17, novamente, Saponara avançou pelo meio e abriu de pé esquerdo para Livaja que, impedido, bateu forte e mandou no ângulo, para abrir o placar em Florença.

Marko Livaja não marcava desde outubro de 2014, quando atuava no Rubin Kazan (Foto: Getty Images)

Atrás do placar, o time da Fiorentina ficou nervoso e começou a apelar para faltas na tentativa de roubar a bola mais rapidamente. Porém, o que era ruim ficou ainda pior. Aos 28,. em cobrança de falta de Saponara, a bola bateu na barreira e sobrou para Büchel, que bateu com muito efeito de pé esquerdo, não dando chances para o goleiro Tatarusanu.

A partir daí, o Empoli passou a deixar a Fiorentina mais com a posse de bola, mas sempre foi mais perigoso no primeiro tempo. Com muitos erros de passe próximo da área, e com pouca precisão nos cruzamentos, a Viola não conseguiu se desvencilhar da armadilha do rival e foi para o intervalo com uma desvantagem surpreendente.

Alterações funcionam e Viola por pouco não sai com vitória

Para o segundo tempo, a Fiorentina voltou com Kalinic e Bernardeschi nas vagas de Rebic e Mario Suárez, e o time mudou totalmente de postura. Com muito mais posse de bola, a Viola passou a criar muito mais chances, enquanto o Empoli tentava manter sua postura do primeiro tempo e até assustava ocasionalmente, mas tinha mais dificuldades.

Aos 8, na saída errada de Astori pela esquerda, Zielinski bateu cruzado e a bola passou muito próxima do gol de Tatarusanu, quase matando o jogo para os visitantes. Mas dois minutos depois, Borja Valero trouxe a bola pelo meio, abriu para Marcos Alonso e o espanhol levantou na cabeça de Kalinic que, de cabeça, cabeceou para o gol. Skorupski até tocou na bola, mas não evitou o primeiro da Fiorentina.

Empolgada, a Viola partiu para cima. Aos 13, após cobrança de escanteio para a área, a zaga do Empoli não afastou definitivamente e Bernardeschi bateu no rebote, mas a bola desviou e ficou tranquila para Skorupski. Três minutos depois, o empate. Após lançamento de Bernardeschi para direita, Babacar cruzou rasteiro para Kalinic que, de frente para o gol, só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol para empatar o jogo.

Kalinic já marcou nove na Serie A e é artilheiro ao lado de Eder e Higuaín (Foto: Getty Images)

O Empoli até chegou com perigo aos 18, quando Maccarone recebeu pela esquerda, passou por Tomovic e bateu para o gol, mas Tatarusanu deu um tapa para mandar para escanteio, mas foi uma das últimas oportunidades dos visitantes. Por um tempo, a Fiorentina teve problemas para chegar ao gol rival, mas o cansaço dos defensores foi pesando, e no terço final do jogo, o time teve grandes oportunidades de virar.

Aos 33, Tomovic cruzou rasteiro da direita, Kalinic bateu de primeira, mas a bola explodiu no travessão. No rebote, Marcos Alonso bateu de pé direito, a bola desviou e parou na rede, por cima do gol. Dois minutos depois, Bernardeschi teve espaço pelo meio, ajeitou e bateu de pé direito, mas, no meio do gol, parou em defesa fácil de Skorupski. Aos 39, após bola cruzada para área, Skorupski tirou de soco e a bola sobrou para Vecino, que bateu de primeira, mas à direita do gol.

Já no fim, quando também o desgaste se abateu sobre os jogadores da Viola, o time passou a arriscar chutes de longe. Primeiro, aos 43, Alonso avançou pela esquerda e cruzou em cima da marcação, mas no rebote, bateu de forma acrobática, à esquerda do gol. Já nos acréscimos, Vecino avançou pelo meio e encheu o pé na direção do gol, mas Skorupski fez grande intervenção para impedir a virada. No último lance do jogo, novamente Alonso arriscou de fora da área, mas a chance da Fiorentina de se manter com vantagem na liderança passou à direita do gol e foi para fora.

VAVEL Logo