Trio MSN retorna, dá show e Barcelona goleia Roma pela Uefa Champions League

Um show. Um baile. Um passeio. Uma atuação fantástica. O trio MSN voltou com tudo e provou que vai lutar pelo sexto título da Uefa Champions League. Em partida realizada no Camp Nou, na Catalunha, o Barcelona goleou a Roma por 6 a 1. O jogo foi válido pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da maior competição interclubes do planeta.

Com o resultado, os catalães aumentaram seu domínio absoluto no grupo E. O clube ocupa a liderança, com 13 pontos ganhos, ainda invictos no torneio. Os italianos, por outro lado, contaram com o tropeço do Bayer Leverkusen para se manter na segunda colocação, com cinco pontos ganhos. As equipes estão empatadas, mas os giallorossi levam a melhor no confronto direto.

A próxima rodada será realizada no dia 09/12 e as equipes entram em campo às 17h45 (horário brasileiro de verão). O Barcelona encara o Bayer Leverkusen na BayArena, na Alemanha. A Roma decide seu futuro na competição europeia contra o BATE Borisov, no Estádio Olímpico de Roma.

Suárez e Messi constroem ampla vantagem no primeiro tempo

Mesmo com a situação bastante confortável na tabela de classificação, o Barcelona quis manter o embalo após aumentar a distância para o segundo colocado do Campeonato Espanhol ao vencer o arquirrival Real Madrid por 4 a 0 fora de casa. Com o retorno de Lionel Messi à titularidade após dois meses de ausência devido a uma lesão no joelho, o time estava bastante motivado a fazer valer o fator mando de campo.

A primeira grande oportunidade de gol veio aos quatro minutos. Lionel Messi recebeu na entrada da área, dominou e girou. O goleiro Szczesny fez a defesa. Aos sete, Sergio Busquets tocou para Neymar, que entrou na área, avançou e tocou para Lionel Messi. O argentino mandou a bola para as redes, mas a arbitragem anulou o lance ao alegar impedimento do camisa 10 blaugrana. A Roma teve seu primeiro lance de gol aos 13 minutos, quando Nainggolan cobrou falta e Dzeko apareceu sozinho para mandar de cabeça por cima do gol.

Após tanto pressionar, o Barcelona abriu o marcador. Aos 15 minutos, Neymar fez bom lançamento para Daniel Alves nas costas da defesa adversária. O lateral-direito apareceu livre para avançar, rolar a bola na área e Luis Suárez completar para as redes e marcar o primeiro gol do jogo. Mal deu tempo de comemorar, o Barça ampliou. Aos 18 minutos, Neymar, Suárez e Messi trocaram passes e a bola ficou com o argentino, que mandou por cima do goleiro Szczesny, com a categoria de sempre, para ampliar a vantagem.

A intensidade do jogo caiu drasticamente. Com a posse de bola à beira dos 80%, os donos da casa controlavam absolutamente a partida, com toque de bola, domínio, troca intensa de passes, à espera de uma brecha da defesa romanista para conseguir balançar as redes mais vezes. E conseguiu. Aos 44 minutos, Luis Suárez pegou sobra na área e emendou um lindo chute, sem deixar a bola cair. Foi o segundo gol do uruguaio no jogo.

Vira três, termina seis

Com três gols de vantagem, o Barcelona manteria a postura da primeira etapa. A Roma tinha como principal objetivo tentar diminuir a diferença para não comprometer o saldo de gols. A equipe giallorossi quase marcou o primeiro gol. Aos 10 minutos, depois de boa troca de passes, Falqué apareceu sozinho na área e bateu rasteiro, para a boa defesa de Ter Stegen.

Mas não teve jeito. Aos 11 minutos, o trio MSN voltou a atacar. Neymar tocou para Luis Suárez, que acionou Lionel Messi na área. O argentino cruzou rasteiro e Piqué completou para o gol vazio. Era o quarto gol catalão. Aos 15, mais um tento. Neymar dominou de letra pelo lado esquerdo de ataque. O brasileiro tocou para Suárez na área e o uruguaio colocou Messi na jogada. O camisa 10 chuta e completa para as redes após rebote de Szczesny. Era o segundo gol do Hermano.

A atuação de gala foi coroada aos 32 minutos. Barcelona avançou com Neymar, que protegeu a bola e foi derrubado por Salih Uçan. A arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Neymar bateu mal o pênalti e Szczesny defendeu. No rebote, porém, Adriano encheu o pé, acertou o ângulo e marcou o sexto gol do Barça. Outro pênalti foi marcado, desta vez, para a Roma. Dzeko tentou passar por Vermaelen e foi derrubado. Na cobrança, o próprio Dzeko desperdiçou a cobrança graças à defesa de Ter Stegen.

Mesmo com o pênalti perdido, os italianos marcaram o gol de honra. Aos 46 minutos, Digne cruzou do lado esquerdo do setor ofensivo. Dzeko ganhou de Vermaelen no alto e cabeceou no canto direito para dar números finais do jogo. O retorno do trio MSN coroado com estilo, atuação galáctica e goleada.

VAVEL Logo