Arsenal supera Dínamo de Zagreb e segue vivo na briga pela classificação

Arsenal e Dínamo Zagreb se enfrentaram nessa terça-feira (21), no Emirates Stadium, localizado em Londres, capital da Inglaterra. O time da casa saiu vitorioso pelo placar de 3 a 0, com gols de Ozil e Alexis Sanchez (2).

Com o resultado, a equipe londrina chega a seis pontos e enfrentará o Olympiakos na próxima rodada precisando ganhar por dois gols de diferença. Já o time croata continua com três pontos e agora é o lanterna do grupo F.

Bom primeiro tempo dos donos da casa, com Ozil e Sanchez como destaques

O Arsenal fez um ótimo primeiro tempo, abrindo 2 a 0, com gols do alemão Ozil e do atacante Alexis Sanchez.

O jogo começou equilibrado, com os donos não tão bem como acabaram. O Dínamo Zagreb conseguiu jogar durante os dez primeiros minutos, chegando a três escanteios em apenas oito minutos de jogo. Os croatas também precisam da vitória, logo tentaram surpreender os donos da casa no início da partida. Do lado inglês quem se destacou na primeira parte do primeiro tempo foi o costa-riquenho Campbell, que tentou algumas boas jogadas.

Após esses primeiros minutos, o jogo ficou um pouco parado, quando as equipes se estudaram, mas depois desse período, aos 29’, enfim o Arsenal conseguiu atacar e em um belo contra-ataque, com participação dos três principais jogadores da equipe, abriu o placar: Cazorla recebe a bola no meio campo aciona Alexis Sanchez na esquerda com um passe longo e o chileno cruza na cabeça de Ozil, o maior assistente do time, que desce um pouco para cabecear para os fundos das redes do goleiro Eduardo.

O time londrino continuou atacando e pressionando o adversário, até que quatro minutos depois de abrir o placar, o Arsenal ampliou o marcador com o chileno Alexis Sanchez: a defesa do time croata falhou e o lateral Monreal aproveitou, foi até a linha de fundo, já dentro da área e deu o passe para o atacante marcar o segundo.

O time comandado por Wenger poderia ter saído com um placar ainda maior do primeiro tempo, pois Ozil perdeu duas boas chances nos minutos finais. Na primeira, aos 40’, o alemão realizou bela jogada individual, driblou, fugiu da falta, porém finalizou a esquerda do gol. Já na segunda, 2 minutos depois, em uma sobra de bola dentro da área adversária, o meia não finalizou bem e o goleiro Eduardo realizou a defesa, impedindo o terceiro gol do Arsenal e o segundo do alemão. 

Segunda etapa de domínio e de belas jogadas do Arsenal

Os quarenta e cinco minutos finais começaram como o primeiro tempo terminou: com o Arsenal em cima do adversário e já no primeiro minuto Santi Cazorla já assustou o goleiro Eduardo com chute da intermediária.

O dia não foi do francês Giroud, que aos 8´perdeu uma boa chance de marcar, quando não conseguiu dominar a bola e ela saiu pela linha de fundo. Minutos depois o atacante seria substituído por Ramsey.

Porém o time croata também chegou e aos 10 minutos Matel quase diminuiu para os visitantes, em chute desviado para escanteio.

O Arsenal continuou chegando e assustando a defesa adversária e aos 18’, o costa-riquenho Campbell perdeu boa chance de fazer o terceiro, em uma sobra de bola, finalizando mal de direita e não dando perigo para Eduardo.

6 minutos depois do péssimo chute de direita, Campbell se redimiu fazendo ótima jogada e dando uma belíssima assistência para Alexis Sanchez driblar o goleiro e marcar um golaço, o terceiro do Arsenal e o segundo dele no jogo, em posição duvidosa. Quem também participou da jogada foi Cazorla que passou bem a bola para o atacante costa-riquenho.

Dois minutos depois do terceiro gol, foi hora do goleiro Cech trabalhar e realizar grande defesa, impedindo o primeiro gol do time de Zagreb.

Aos 31’, o chileno Sanchez aprontou mais uma vez, aplicou belíssimo drible no defensor croata e quase marcou um golaço, sendo impedido pelo outro defensor, em lance limpo.

A equipe de Zagreb teve um gol anulado por impedimento. Soldani recebeu na direita e marcou belo gol, tirando do goleiro tcheco.

Já no fim da partida, Ozil quase marcou seu segundo gol na partida, após mais uma jogadaça de Sanchez, que deu um belíssimo passe para o alemão finalizar de cabeça.

VAVEL Logo