Valbuena afirma que Benzema serviu de intermediário no caso de chantagem do vídeo íntimo

Em entrevista ao jornal Le Monde, o jogador Mathieu Valbuena falou pela primeira vez sobre o caso de chantagem envolvendo um vídeo intimo entre ele e sua esposa. O meio-campista do Lyon revelou desapontamento com Karim Benzema, um dos acusados de participar da extorsão.

Valbuena revelou: “Em sua forma de falar, não foi agressivo, não falou de dinheiro de forma concreta, diretamente, mas quando você insiste para fazer com que eu encontre alguém. Eu nunca imaginei que alguém iria destruir um vídeo gratuitamente só porque me adora. Você não deve tratar as pessoas como idiotas. Estou muito decepcionado e posso apenas constatar que a relação com Karim não é tão sincera como ele poderia dar a entender.

A forma como apresentou as coisas era para me incitar a me encontrar com alguém. Indiretamente, queria dizer para eu pagar para a pessoa destruir o vídeo”, disse.

Questionado sobre a sua relação na seleção francesa, já que Benzema é o principal nome dos bleus, Valbuena afirmou: “É precisa saber dividir o lado esportivo do judicial.

Ele me falou do vídeo e me pediu para encontrar com um amigo que era de confiança. Eu me meti no seu jogo. Disse que gostaria de pagar por minha liberdade, mas todos sabemos que se pagarmos, será interminável, pois sempre haverá cópias. Ele me disse para que eu não ficasse preocupado, que o amigo era de confiança e ia destruir tudo. Mas não sou estúpido. Não faria isso nem ao meu pior inimigo. Eu respeito a todos e tenho a sensação que ele me tomou por bobo. Isso mostra que a relação com Benzema não era tão sincera como eu pensava”, comentou.

Segundo fontes próximas à investigação, Benzema confessou quando interrogado que serviu de intermediário entre o portador do vídeo e Valbuena. Djibril Cissé, conhecido jogador francês, também foi interrogado no dia 13 de outubro, mas liberado logo depois sem qualquer acusação de participação ativa no caso.

VAVEL Logo