De Rossi defende o treinador Rudi Garcia e já volta o foco para o jogo contra o Torino

A Roma teve uma semana ruim dentro dos gramados. No fim de semana passado, em um campo totalmente alagado, o time conseguiu apenas um empate com o Bologna, mesmo depois de estar vencendo a partida. No meio de semana, pela Uefa Champions League, os giallorossi foram humilhados pelo Barcelona no Camp Nou, perdendo por 6 a 1. E hoje (29), voltaram a jogar pela Serie A, perdendo em casa para a Atalanta por 2 a 0, com atuação fraca. No entanto, o volante e capitão Daniele De Rossi declarou à Sky Sports Italia que não é possível culpar o técnico Rudi Garcia pela última derrota.

"Ninguém vai dizer na televisão que é culpa do treinador. Temos algumas dificuldades que são claras e óbvias, mas afirmar que é tudo culpa do treinador é o mesmo que procurar uma desculpa e acabaríamos fracassando como na temporada passada", afirmou De Rossi, que ainda não encara o momento atual como um dos piores possíveis: "Esse não é o ponto mais baixo em que já estivemos. Na temporada passada, tivemos um grande número de empates e jogamos muito mal por três ou quatro meses. Demoramos a perceber que Lazio e Napoli estavam se aproximando. Não podemos ficar de fora da Uefa Champions League", determinou o capitão, referindo-se ao risco que o time correu na temporada passada, conseguindo a classificação para a competição europeia apenas nas últimas rodadas.

Além disso, o volante apontou que os jogadores devem mudar seu foco para a próxima partida, esquecendo a semana ruim: "Viemos de um derby no qual jogamos bem. Agora temos que focar no Torino e trabalhar desde já. Na última temporada nos recuperamos juntos e teremos que fazer isso de novo se quisermos alcançar nossos objetivos", antes de declarar que espera "que a partida contra o Barcelona não tenha mexido com os jogadores"

VAVEL Logo