PSG para na boa atuação do goleiro Butelle e fica no empate com Angers

Na tarde desta terça-feira (1), o Paris Saint-Germain não saiu do zero diante do Angers, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Francês. Bem que a equipe de Ibrahimovic e companhia tentou sair do estádio Jean Bouin com a vitória, mas o eficiente ataque dos Les Rouge-et-Bleu não conseguiu ofuscar a boa atuação do goleiro Butelle, conquistando o Angers um bom resultado diante do líder da competição.

O empate aumentou a larga vantagem do líder Paris Saint-Germain em relação ao segundo colocado Caen. O PSG lidera com folga a Ligue 1 tendo 42 pontos. Já o surpreendente Angers, ocupa atualmente a terceira posição do Campeonato Francês, e está a 16 pontos de distância do próprio Paris Saint-Germain. A modesta equipe alvinegra subiu da segunda divisão temporada passada, sendo a grande surpresa do torneio até então.

Na próxima rodada, o Paris Saint-Germain irá visitar o Nice. O Angers terá uma dura batalha contra o Lyon no estádio Gerland, sendo um jogo de concorrentes diretos para alcançar a vice-liderança e a terceira posição da competiçao.

PSG pressiona Angers no primeiro tempo, mas a trave e o goleiro adversário não deixam que a equipe da capital abra o placar

Sem Ibrahimovic no time titular, o PSG não teve dificuldades de chegar ao campo de defesa do Angers. Tomando o controle do jogo, logo aos quatro minutos, Di María cobrou escanteio na medida para Cavani, o uruguaio cabeceou firme, mas a bola carimbou a trave esquerda de Butelle. Por muito pouco a equipe da capital francesa não abre o placar. O Angers não conseguia respirar, mal tocava na bola, e quase novamente o PSG abriu o placar. Após uma boa jogada construída pelos visitantes, Aurier recebeu livre no lado direito para encher a bomba, fazendo o goleiro do time da casa fazer bela defesa e mandar para escanteio.

Nos minutos seguintes o jogo perdeu a emoção, mas o Angers conseguiu melhorar na partida, mas não deu nenhum ataque perigoso contra a meta de Trapp. Somente aos 32 minutos que a partida voltou a ter emoções. O argentino Di María carregou a bola até o meio e soltou a bomba, novamente parando na trave do goleiro Butelle, no rebote Lucas Moura até tentou, mas acertou a defesa do clube alvinegro.

O único ataque de efeito do Angers foi aos 42, quando o grandalhão Ketkeophomphone apareceu bem na bola alçada na área do PSG e cabeceou, mandando a bola para a linha de fundo. 

Angers cresce no jogo, PSG continua no ataque mas não consegue marcar

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, o Angers continuava a chegar aos pouquinhos ao gol do PSG, até que logo aos três minutos, N'Doye saltou sozinho na área da equipe adversária e emendou para o gol de Trapp, obrigando o alemão a fazer bela defesa.

Carente de emoções na partida, o Angers não tinha o maior número de posse de bola e tentava de todos os custos conseguir armar um bom ataque, mas  a defesa bem postada do Paris Saint-Germain impedia tais tentativas. Já o Paris, com maior posse de bola, e atacando sem parar o time alvinegro, o forte ataque da equipe da capital não conseguia de jeito nenhum abrir o placar, tudo indicava um simples zero a zero como placar final.

A equipe parisiense chegou perigosamente aos 38, quando Ibrahimovic, que entrou no  meio do segundo tempo, cobrou falta na barreira, logo em seguida, Rabiot acertou um firme chute , passando à direita de Butelle. O resto da partida foi bem tranquila, nenhuma chance perigosa, conseguindo o modesto Angers um belo resultado em casa diante do líder Paris Saint-Germain

VAVEL Logo