Vice-presidente do Napoli afirma que Zúñiga deixará o clube em janeiro

Em entrevista ao site Calciomercato, o vice-presidente do Napoli, Edoardo De Laurentiis, falou sobre o futuro de um dos jogadores do elenco inutilizados: o lateral colombiano Camilo Zúñiga, e confirmou: ele será vendido na próxima janela de transferências, em janeiro. O atleta não vem sendo utilizado pelo técnico Maurizio Sarri e não joga desde a última temporada pelo clube napolitano. A última partida do lateral foi em 12 de abril, na vitória por 3 a 0 diante da Fiorentina, pela última Serie A, enquanto a última partida como titular, foi no empate por 2 a 2 com a Inter, no dia 19 de outubro de 2014.

A entrevista foi em um evento na Università Parthenope, em Nápoles, onde falou sobre Zúñiga com clareza: "Ele deixará o clube em janeiro. Ele tem problemas no joelho e não teve 90 minutos em campo". O colombiano quase saiu em agosto para a Sampdoria, mas a negociação, que levaria o meia blucerchiata Soriano para o Napoli, não foi bem sucedida e Edoardo comentou sobre a falha na contratação do meia: "Ele não aceitou o Napoli. Ele esperou até o último minuto pela chamada do seu ex-treinador [Sinisa Mihajlovic] no Milan. Ele estragou tudo por si mesmo”. Sobre Zúñiga ir a Sampdoria, o presidente blucerchiata, Massimo Ferrero, já declarou em outras entrevistas que a Samp irá em busca da contratação dele em janeiro.

Quanto ao mercado de janeiro, o vice-presidente do Napoli falou sobre o que procura no mercado: "No mercado estamos procurando por alguém que queira crescer conosco, não alguém que queira baixar a harmonia no vestiário". 

Edy De Laurentiis, como é conhecido, também falou sobre o trabalho de Rafa Benítez, recém-saído do comando técnico do Napoli, no Real Madrid: "No Real Madrid eles não estão tendo uma boa campanha. Mas foi sua escolha deixar o Napoli". O vice-presidente napolitano é filho do presidente do clube, Aurelio De Laurentiis.

VAVEL Logo