Sevilla faz três gols em dez minutos diante do Basel e garante vaga nas quartas da UEL

Nesta quinta-feira (17), Sevilla Basel duelaram pelo jogo de volta das oitavas de finais da Uefa Europa League 2015/16. Mesmo com dificuldades no começo da partida, os espanhóis foram superiores e venceram por 3 a 0, com um de Rami e dois de Gameiro. Rojiblancos saberão nesta sexta-feira (17) quem será seu adversário nas quartas.

Ambos os times retornam à campo no próximo domingo (20). Enquanto o Sevilla terá um duelo para lá de difícil, quando visita o poderoso Real Madrid às 16h30, o Basel encara o Sion, também fora de casa, ao 12h.

Sevilla faz três em dez minutos e encaminha classificação

Como esperado, o Sevilla tomou conta das ações do confronto nos primeiros minutos. Os espanhóis trocavam muitos passes de um lado para outro, buscando envolver um Basel que foi muito fechado para o Sanchez Pizjuan. Mas como os suíços estavam bem compactados e fechados, os rojiblancos tinham muita dificuldade de finalizar à meta de Vaclik.

Mas na medida que a partida ia se desenvolvendo, o Sevilla ia achando espaços na defesa da equipe suíça. A primeira boa chance foram dos donos da casa, quando escanteio foi cobrado, a defesa do Basel tirou mal e a redonda sobrou para Krohn-Dehli, que arriscou de primeira e a bola passou perto da meta de Vaclik. Minutos depois foi a vez de Banega arrisca chute de fora da área, mas sem perigo.

O Basel também ia se soltando na partida, procurando, principalmente, chegar pela direita. A primeira finalização dos suíços no jogo aconteceu aos 33', quando Bjarnason recebeu com espaço na direita, levantou a cabeça e cruzou para Steffen, que apareceu na segunda trave e pegou de primeira, mas David Soria fez defesa segura.

E depois de tanto martela e pressionar, finalmente os atuais campeões chegaram ao gol. Aos 35', após cobrança de escanteio de Reyes da esquerda, o zagueiro francês Rami cabeceou quase que no chão, a bola foi devagar, pegou no pé da trave de Vaclik e morreu no fundo do gol: 1 a 0 Sevilla. Dois minutos depois, quase o empate do Basel, quando escanteio foi cobrado, a bola foi desviada e David Soria fez uma defesa espetacular, salvando os donos da casa.

Mas ainda deu tempo da rede ser balançada mais duas vez antes do intervalo e de maneira seguida. Aos 44', Reyes foi lançado com perfeição na direita por Krohn-Dehli, avançou, invadiu a área e cruzou rasteiro. A zaga do Basel não cortou e a bola chegou para Gameiro apenas empurrar para o gol. E não por aí. Um minuto depois, Krohn-Dehli recebeu, invadiu a área pela esquerda e cruzou. Gameiro tentou de cabeça e a bola foi no travessão, só que a redonda voltou para ele, que, no chão, conseguiu mandar para o fundo das redes: 3 a 0 Sevilla.

Sevilla só cadencia e garante vaga

Por estar com uma situação bem favorável, o Sevilla voltou para o segundo tempo cadenciando mais o jogo, desacelerando a partida, buscando não cansar tanto. Por outro lado, o Basel era um time entregue. Não conseguia criar ou sequer ficar muito tempo com a bola no Ramon Sanchez Pizjuan, mostrando ser uma equipe inofensiva naquele momento.

O segundo tempo realmente deixava a desejar. Jogou extremamente lento e com ambos os times já conformados com o resultado. O Sevilla já começava a se poupar para o confronto contra o Real Madrid no próximo domingo, assim como o Basel, que já estava pensando no importante confronto contra o Sion, também no próximo domingo.

Pode-se dizer que não teve uma grande chance na segunda etapa. Enquanto o Basel era uma equipe abatida e já entregue, o Sevilla até tentou, quase conseguindo marcar com Llorente aos 40', quando ele saiu na cara de Vaclik, mas o arqueiro defendeu, só que a bola não entrou e a partida ficou no 3 a 0.

VAVEL Logo