Visando vaga na Champions, Arsenal enfrenta Sunderland pela Premier League

Na manhã deste domingo (24), o Sunderland recebe o Arsenal, pela 35ª rodada da Barclays Premier League. Jogando por objetivos distintos, os dois times precisam da vitória: os donos da casa querem sair da zona de rebaixamento (atualmente em 18º com 30 pontos) e, com o decorrer do restante do campeonato, a manutenção na primeira divisão do futebol inglês, enquanto que os visitantes querem o terceiro lugar novamente (4º com 63), entendendo que ficar em quarto colocado pode correr o risco de não disputar a próxima Champions League. A partida acontecerá às 10h05, horário de Brasília.

A última vez que os dois entraram em campo, foi no começo do ano, em partida válida pela terceira rodada da FA Cup. Na ocasião, o Arsenal venceu o Sunderland em seu domínios, por 3 a 1 (Campbell, Ramsey, Giroud; Lens). Em dezembro, no entanto, os clubes jogaram pela Premier League. E, também em Londres, os Gunners venceram pelo mesmo placar tendo os mesmos marcadores do jogo da FA Cup. Os Black Cats marcaram com um gol contra de Giroud.

Pra vencer o Arsenal, Allardyce acredita que o clean sheet é o caminho

Faltando cinco rodadas para o fim do campeonato e contando 30 pontos até agora na tabela, o treinador do Sunderland, Sam Allardyce, acredita que sua equipe precisa marcar no mínimo mais oito pontos e ficar na área dos 38, que tradicionalmente é a pontuação mínima para a manutenção na Premier League. Pra continuar a processo de sobrevivência, o técnico entende que o Clean Sheet, quando a equipe não toma gols no jogo, é essencial para a conquista de pontos no Stadium of Light.

“Em termos de pontos, acredito que precisamos somar 38 ao fim da temporada, pois deverá ser o suficiente. Claro que se conquistar mais seria o ideal, mas acho que é pedir demais. Vencer é o nosso principal objetivo no momento. Deverá ser um jogo muito nervoso para os jogadores e também aos torcedores, mas sei que podemos controlar os nervos. Gostaria que segurássemos ele (o nervosismo) e emplacássemos uma boa atuação, como quando enfrentamos Manchester City e Manchester United”, comentou o boss.

Para o confronto contra o Arsenal, o Sunderland pode comemorar o fato de não ter nenhum desfalque certo até o momento. O que o treinador do clube tem que encarar são algumas dúvidas sobre escalação, visto que há quatro jogadores com o físico comprometido ou vem retornando de uma lesão. Jack Rodwell (pancada) e Fabio Borini (panturrilha) devem ir para o jogo depois de serem tratados como duvidosos. Os outros dois que certamente não estão 100% para o jogo são Jermain Lens e DeAndre Yedlin (tornozelo).

Visando a Champions League, Wenger entende a importância que é sair do Stadium of Light com a vitória

Nesta temporada em específico, o quarto lugar pode não significar a vaga na próxima Uefa Champions League. Manchester City e Liverpool ainda jogam a UCL e Europa League, respectivamente, e têm chances de serem campeões. Caso isso ocorra e ambos não estejam no grupo dos quatro primeiros colocados, significa que o time que estiver ocupado o lugar de número quatro na tabela não terá sua vaga, visto que a Uefa só permite no máximo cinco clubes por país. Mesmo que os dois times não ganhem as competições, o Arsenal ainda disputa vaga na CL com Manchester United. Sabendo disso, o treinador dos Gunners, Arsène Wenger quer continuar à frente pela terceira posição.

“Não estamos garantidos no top-4, e precisamos continuar firmes na disputa, visto que o Manchester United está na briga e não sairá dela. Ambos os times terão jogos difíceis e precisamos estar focados neste contra o Sunderland para vencer. Temos que evitar o playoff também porque podemos estar sem peças importantes que terão jogado a Eurocopa, pois o torneio termina em julho e esses jogadores precisam de férias, o que dificultaria na pré-temporada pra esse jogo. O planejamento muda completamente”, explicou o francês.

Pro embate, a equipe londrina terá de certo três desfalques. São eles: Tomas Rosicky e Santi Cazorla (falta de ritmo de jogo) e Oxlade-Chamberlain (joelho). Outros dois são dados como dúvida e o treinador não decidiu ainda se estarão nos relacionados pro jogo. Esses dois são Jack Wilshere e Kieran Gibbs

VAVEL Logo