Buffon pega pênalti no fim, Juventus bate Fiorentina fora de casa e se aproxima do título

Em um jogo que representou muito do que esse clássico tem de história, a Juventus venceu a Fiorentina fora de casa por 2 a 1 e está muito perto do pentacampeonato seguido da Serie A. Mandzukic abriu o placar, Kalinic empatou para a Viola, mas Morata decretou o placar final. Aos 45 da segunda etapa, Kalinic ainda parou em Buffon em cobrança de pênalti e, aos 47, na trave.

Com o resultado, a Juventus sobe para 86 pontos e, se o Napoli não vencer a Roma nesta segunda-feira (25), comemora o título com três rodadas de antecedência. A Fiorentina para nos 59, em quinto lugar.

Na próxima rodada, a Fiorentina entra em campo no sábado (30), às 15h45, em Verona, contra o Chievo. Já a Juventus joga na sua casa contra o Carpi, no domingo (31), às 7h30.

Fiorentina domina o jogo, tem gol mal anulado, mas sai atrás no placar

Apesar de não viver uma boa fase no campeonato, a Fiorentina dominou a primeira etapa. O time da casa teve 53% de posse de bola e finalizou sete vezes, contra duas da Juve. A primeira chance mais clara foi aos 19. Em jogada pelo meio, Ilicic deixou Bernardeschi frente a frente com Buffon, e o camisa 10 marcou o gol, mas a arbitragem - erroneamente - anulou por impedimento.

Um minuto depois, em contra-ataque puxado por Kalinic, Bernardeschi bateu cruzado, a bola desviou e Buffon salvou com o pé. Aos 28, após tabela com Kalinic, Badelj bateu de canhota, e mandou com perigo à esquerda. Três minutos depois, Tello recebeu pela direita, bateu de pé esquerdo e a bola desviou antes de Buffon agarrar.

A Juventus, com pouca criatividade, não criou muito. Mas, como em muitas oportunidades, descolou seu gol. Aos 38, Khedira cruzou da direita, Pogba ajeitou de cabeça e Mandzukic bateu de primeira para abrir o placar no Franchi. Quatro minutos depois, mais Viola no ataque. Em jogada de velocidade puxada por Ilicic, Bernardeschi recebeu e tentou encobrir Buffon, mas o goleiro espalmou. No escanteio, Ilicic encontrou Alonso, que, puxado por Rugani, cabeceou com muito perigo à direita do gol. A equipe da casa pediu pênalti, mas novamente a decisão da arbitragem foi em favor dos visitantes.

Final de jogo emocionante deixa Juve muito perto do título

O segundo tempo foi de um domínio ainda maior da Fiorentina, que teve quase 70% de posse de bola. No número de finalizações: 14 a três. A Juventus se segurava na defesa e buscava contra-ataques para matar o jogo. Aos 10, Pogba recebeu de Mandzukic e arrancou com espaço para sair frente a frente com Tatarusanu, mas errou o chute e bateu à esquerda do gol.

A Fiorentina respondeu aos 14. Em jogada individual pela direita, Zárate bateu no canto de pé esquerdo e Buffon foi no canto para espalmar. Um minuto depois, em contra-ataque puxado pela esquerda, Kalinic avançou para dentro da área e bateu cruzado de pé esuqerdo, acertando a trave de Buffon.

Por um longo tempo, a Viola teve posse de bola e rondava a área, mas a Juventus se segurava bem na defesa. Sem desistir, a Fiorentina continuava apertando a saída de bola, e foi recompensada. Aos 36, em bobeada de Bonucci, Zárate dividiu e Kalinic bateu colocado para empatar. Mas a Juve sobreviveu. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio, Evra bateu forte, Astori salvou, mas Morata mandou para o fundo do gol no rebote.

Para dramatizar ainda mais a situação, aos 44, Kalinic avançou pela esquerda, invadiu a área e, na dividida com Cuadrado, cavou um pênalti, assinalado pelo árbitro. O próprio Kalinic bateu, mas Buffon salvou a cobrança e o rebote de Bernardeschi. Ja nos acréscimos, após cobrança de escanteio e desvio de Astori, Kalinic se esticou na segunda trave e acertou o travessão rival, terminando o jogo de forma dolorosa para a torcida viola e muito feliz para os bianconeri

VAVEL Logo