Balotelli perde pênalti, Alex falha e Milan empata com quase rebaixado Frosinone
Foto: Giuseppe Cacace/AFP

Nesse domingo (1º), Milan Frosinone se enfrentaram no estádio San Siro, em partida válida pela 36ª rodada da Serie A, e o resultado foi um empate emocionante por 3 a 3. Os gols do Diavolo foram marcados por Carlos Bacca, Luca Antonelli e Jeremy Menez, enquanto os tentos dos visitantes foram anotados por Luca Paganini, Oliver Kragl e Federico Dionisi.

O Frosione abriu o placar logo no início do primeiro tempo e aumentou a vantagem antes do intervalo. Na segunda etapa, os rossoneri esboçaram uma reação, mas Mario Balotelli perdeu um pênalti, o zagueiro brasileiro Alex e os visitantes fizeram 3 a 1. No entanto, Antonelli e Ménez empataram o duelo nos instantes finais e evitaram um vexame ainda maior dentro do San Siro.

Com o resultado e a vitória do Sassuolo sobre o Hellas Verona, o Milan caiu para o sétimo lugar, com 54 pontos, e fica mais longe da Uefa Europa League. O Frosinone permance na 19ª colocação, com 31 pontos, e está muito perto de ser rebaixado para a Serie B.

Na próxima rodada, a penúltima antes do término da Serie A, o Diavolo vai visitar o Bologna no sábado (7), às 15h45 (de Brasília). Já o Frosinone receberá o Sassuolo um dia depois, às 10h (de Brasília). 

Milan perde gols e Frosinone abre vantagem 

O começo do duelo foi bem agitado e logo aos dois minutos o Frosinone mostrou a que veio, Paganini recebeu na entrada da área e mandou no canto, sem chances para Donnarumma. A partir daí, o clima esquentou e o Milan foi para cima em busca do empate. 

A primeira chance rossonera veio após belo passe de Mauri para Bacca que dominou e chutou, mas Bardi fez boa defesa. Alguns minutos depois, o atacante colombiano teve nova chance após cobrança de escanteio, mas a defesa conseguiu bloquear o arremate. 

Depois foi a vez de Kucka receber ótima assistência e arrematar para o gol, mas mais uma vez, Bardi fez a defesa. Balotelli também tentou vencer o goleiro do Frosinone em chute de longa distância, mas Bardi estava atento e aplicou nova defesa. 

Em nova cobrança de escanteio, Alex subiu mais do que todo mundo e mandou para o gol, mas Bardi estava atento e espalmou para novo escanteio.  

E quando a partida parecia caminhar para o fim e o resultado mínimo no placar, Kragl cobrou falta de muito longe com força, pegou Donnarumma desprevenido e marcou o segundo gol dos visitantes, para desespero de Brocchi. 

De Sciglio lamenta os gols sofridos do Frosinone (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
De Sciglio lamenta os gols sofridos do Frosinone (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

Milan reage, mas só empata 

A segunda etapa não foi diferente, logo aos dois minutos, De Sciglio arriscou de longe, a bola desviou no braço de Russo e o pênalti foi marcado, que Balotelli cobrou no canto, mas o goleiro Bardi se superou novamente e evitou o tento rossonero. Mas dois minutos mais tarde, Abate cruzou para a área, Bardi falhou e Bacca só empurrou para as redes sem goleiro.

Balotelli é consolado por Bardi (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
Balotelli é consolado por Bardi (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

Quando o jogo parecia andar para uma pressão do Milan, em um rápido contra-ataque, Dionisi aproveitou falha feia de Alex, entrou na área e chutou de canhota para o fundo do gol, para desespero novamente de Brocchi e da torcida no estádio que começou a protestar. 

Só que mais uma vez, a partida mudou sua história novamente quando Brocchi colocou Antonelli em campo e alguns segundos depois de entrar em campo, o lateral-esquerdo aproveitou rebote de escanteio, dominou no peito e deu um lindo voleio para o fundo do gol.  

Brocchi realizou as três mudanças possíveis e deixou o time bem ofensivo, mas o Milan estava muito desorganizado em campo e errava muito, principalmente no meio de campo. Já o Frosinone lutava com todas as suas forças para conquistar os 3 pontos que o deixaria vivo na luta contra o rebaixamento. 

Aos 47 minutos, o árbitro assinalou nova penalidade máxima para o Milan. Dessa vez, Ménez foi para a cobrança, bateu no cantinho do gol e empatou o duelo no San Siro. Mas a partida reservou mais uma emoção aos 49 minutos, quando Balotelli recebeu na entrada da área, driblou um defensor e chutou forte, mas a bola caprichosamente bateu no travessão e o resultado péssimo para os dois foi sacramentado.

Antonelli comemora com muito entusiamo seu gol de bicicleta (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
Antonelli comemora com muito entusiamo seu gol de voleio (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
VAVEL Logo