Especulado no Bayern, dirigente do Gladbach nega que deixará os Potros
Imagem: Divulgação/T-Online

O diretor esportivo do Borussia Mönchengladbach, Max Eberl, tomou posição em relação à especulação de uma possível mudança para o Bayern de Munique, para assumir a condição de diretor esportivo do clube bávaro, posição vaga desde a saída de Rummenigge.

Max Eberl, de 43 anos, atuou profissionalmente e foi revelado pelo Bayern de Munique em 1991, mas acabou encerrando sua carreira defendo as cores do Borussia M’Gladbach (1999-2005), assumindo, logo após a aposentadoria, o cargo de líder do setor de jovens e amadores do Borussia e posteriormente, em 2008, tomou posse do cargo de diretor esportivo da equipe.

Eberl vê o seu futuro com o cinco vezes campeão alemão e não pensa em uma mudança para Munique: “Eu já me posicionei sobre isso no verão e não há novidades. Tenho contrato com o Borussia até 2020, eu me sinto muito confortável em Gladbach e quero conquistar algo aqui e não tem nenhum outro tópico que eu queira falar”, disse o ex-jogador profissional na quarta-feira (30/11).

O diretor esportivo do Gladbach tem excelente reputação com os profissionais e conselheiros da Europa, muito por conta de sua imensa experiência  com jovens. Por essa razão, Eberl está na lista do Bayern para o cargo vago de diretor esportivo

Max respondeu o retorno das especulações de que ele poderia se tornar o novo diretor esportivo do Bayern. O presidente dos Potros, Rolf Königs comentou: “No outono de 2015 nós estendemos o contrato com os nossos dois jogadores mais importantes do setor operacional, Max Eberl e Stephan Schippers, com contrato até 2020. Não pode haver dúvida alguma que estejamos prontos para deixar alguém ir embora", afirmou Königs

O desenvolvimento esportivo do clube e a construção de uma nova estrutura no entorno do Borussia-Park são “projetos para nossos dois diretores que são decisivamente responsáveis e indispensáveis”, afirmou o presidente do Borussia Mönchengladbach

VAVEL Logo