Lapadula marca, Milan supera lanterna Crotone e segue caça à Juventus
Foto: Marco Bertorello/AFP

No San Siro, o Milan superou o Crotone, por 2 a 1, neste domingo (4), em jogo válido pela 15ª rodada da Serie A. O time de Milão sofreu com a falta de criatividade no meio-campo, já que o “motorzinho” Bonaventura não pôde atuar devido a uma lesão, e saiu atrás do marcador, com gol Falcinelli. Porém, os rossoneri mostram forças e, graças a Pasalic e Lapadula, viraram o confronto.

O triunfo deixa o Milan com 32 pontos, na segunda posição, e segue caça à Juventus, que lidera o certame. Mas os comandados de Vincenzo Montella podem voltar à terceira posição caso a Roma vença o dérbi contra a Lazio. Já o Crotone segue seu calvário: lanterna do campeonato, com 6 pontos – 4 atrás do Empoli, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Milan terá a oportunidade de se consolidar na vice-liderança, uma vez que enfrenta a Roma, na capital italiana, às 18h (de Brasília) da segunda-feira (12) que vem. Por sua vez, o Crotone recebe o Pescara, no sábado (10), às 15h (de Brasília), em partida a ser realizada no estádio Ezio Scida. Ambos os jogos serão válidos pela 16ª rodada da Serie A.

Força Chape: Milan também realizou homenagens à Chapecoense (Foto: Marco Bertorello/AFP)
'Força Chape': Milan também fez homenagem à Chapecoense (Foto: Marco Bertorello/AFP)

Milan sofre nos dois tempos, mas estrela de Lapadula brilha

Sem Bonaventura, lesionado, Montella optou por escalar o argentino Sosa na trinca de meio-campistas. Kucka, geralmente titular da equipe, ficou no banco para a entrada do croata Pasalic. O jovem Locatelli, de apenas 18 anos, era a última peça do trio. Na frente, Suso e Niang municiavam Lapadula, titular após a lesão de Bacca.

No primeiro tempo, os jogadores do Milan demoraram a acertar o pé. Erros de passes e finalizações eram evidentes. Sosa, de fora da área, foi o primeiro a arriscar, mas a bola saiu por cima do travessão. Em boa fase nos últimos jogos, Suso usava os dribles para abrir espaço e tentar arrematar a bola. No entanto, nada funcionava.

O Crotone, por sua vez, precisou de apenas uma chance para abrir o marcador. Aos 26 minutos, Rohdén recebeu na área e, quase caído no chão, tocou para Falcinelli pegar de canhota e estufar a rede de Donnarumma. Porém, apesar de estar mal na partida, o Milan conseguiu a reação ainda no primeiro tempo. Após escanteio cobrado por Suso, Paletta desviou e Pasalic, livre na pequena área, cabeceou para empatar o duelo.

Na etapa complementar, o Milan se mostrou mais agressivo e ficou em cima do time rossoblù visando o segundo gol. Quando Lapadula foi derrubado na área e o árbitro Marco di Bello assinalou pênalti, surgiu a grande oportunidade para a virada. No entanto, o apagado Niang bateu mal e consagrou o goleiro Cordaz.

Montella deixou a equipe mais ofensiva. O técnico tirou Sosa para colocar o atacante Luiz Adriano. As oportunidades de gol, contudo, seguiam escassas. Até que a estrela de Lapadula brilhou, e o atacante foi às redes. Após bate-rebate na área, a bola se ofereceu ao camisa 9 que bateu de direita, rasteio, sem chances para Cordaz. O gol deu os três pontos aos rossoneri e os garantiram no G-3 do campeonato.

VAVEL Logo