Barcelona faz campanha impecável e conquista 15º título equatoriano
Foto: Divulgação/Barcelona

Após o Emelec ter vencido por três anos consecutivos a liga do Equador, 2016 foi o ano do Barcelona de Guayaquil quebrar essa sequência. Neste último domingo (4), ao vencer por 4 a 2 o Mashuc Roma, no estádio Bellavista de Ambato, os Los Amarillos conquistaram com uma rodada de antecedência o campeonato equatoriano, pela 15º vez em sua história, sendo o maior campeão. O clube da maior cidade do Equador irá receber o troféu da competição que não ganhava desde 2012 em seu estádio na última rodada.

No Equador, os campeões de cada turno se enfrentam para saber quem será o campeão nacional. Porém, o Barcelona não deu brechas para ninguém e conquistou os dois turnos, por tanto, se tornou o campeão equatoriano de 2016. No primeiro turno (Serie A - Apertura), os Los Amarillos ficaram com 47 pontos, quatro a frente do segundo colocado Emelec. No segundo (Serie A - Clausura), o Barcelona está novamente a frente do rival Emelec, mas desta vez a seis pontos e com uma rodada faltando para o fim da competição.

Outras tradicionais equipes equatorianas, como a LDU e El Nacional, não fizeram boas campanhas e passaram longe do título. Independiente Del Valle e Deportivo Cuenca, clubes que recentemente disputaram diversas edições da Libertadores, também não desencataram. 

Como campeão nacional, o Barcelona garantiu vaga na fase de grupos da Libertadores, assim como o segundo colocado, Emelec. Já o terceiro posicionado, El Nacional, vai para a fase preliminar.

Os heróis do título

Muitos jogadores se destacaram nesta excelente temporada do Barcelona de Guayaquil. Um deles, contratado ainda nesta temporada, foi o atacante uruguaio Jonathan Álvez ou 'Diamante Negro' como é chamado, que marcou 20 gols na competição, sendo o terceiro goleador da liga. Ele era atacante da LDU em 2015, mas a pedidos do treinador Claudio Borghi deixou o clube da capital equatoriana. Foi contratado a pedidos do treinador do Barcelona, seu compatriota Guillermo Almada.

Vale destacar a temporada feita pelo argentino Damián Díaz, líder de assistências da competição com 12 passes para gols. O jogador já tinha passado pelos Los Amarillos entre 2011 e 2013, mas antes do retorno estava a serviço do Al-Wahda, dos Emirados Árabes. Sua contratação foi a maior bomba do futebol equatoriano, onde todos esperavam ansiosamente sua volta. Tanto que o camisa 10 foi um dos pilares desta conquista.

Com 13 gols tomados, o Barcelona também tem a melhor defesa da competição. O goleiro Máximo Banguera e sua defesa formada por: Darío Aimar, Pedro Velasco, Anderson Ordóñez e Mario Pineida, deram total segurança ao clube de Guayaquil durante a temporada.

VAVEL Logo