Real Madrid e Dortmund se enfrentam no Bernabéu visando liderança do Grupo F da UCL

Chegamos à última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17. Nesta quarta-feira (7), será a vez de Real Madrid e Borussia Dortmund duelarem no Santiago Bernabéu pela liderança do Grupo F, à partir das 17h45. No confronto realizado no Signal Iduna Park, o Real saiu na frente com gols de Cristiano Ronaldo e Varane. Mas Aubameyang, e Schürrle já nos minutos finais, garantiram o empate para o clube de Dortmund.

Há 33 partidas sem perder, vindo de um empate heroico no clássico diante do Barcelona, que garantiu a permanência da liderança isolada da Liga, o Real Madrid só tem bons motivos para acreditar que é possível garantir a primeira colocação do Grupo F nesta quarta-feira. Novamente sem Gareth Bale, Lucas Vázquez segue na parceria com Karim Benzema e Cristiano Ronaldo no ataque madrilenho. Aliás, não há maneira melhor de terminar a última semana de preparação, visando a disputa do Mundial de Clubes, com a liderança de duas competições diferentes.

Entre altos e baixos nesta temporada, o Borussia Dortmund tenta coroar o seu fim de ano com a liderança do Grupo F. Ocupando apenas a sexta colocação da Bundesliga, os auri-negros tiveram dificuldades até na disputa da Copa da Alemanha, onde na segunda rodada da competição, diante do modesto Union Berlin, a classificação à próxima fase só veio na disputa por pênaltis. Contudo, na UCL o momento alemão é muito mais tranquilo. Precisando apenas de um empate para garantir a ponta, a equipe venceu na última rodada o Légia Varsóvia por 8 a 4 em Dortmund. Burki, Guerreiro e Götze são as baixas de Thomas Tuchel para o duelo no Santiago Bernabéu.

Zidane quer evitar 'contas', e foca na primeira colocação do Grupo F

Vivendo um momento espetacular na temporada, com 33 partidas de invencibilidade e a liderança isolada da Liga, Zinedine Zidane falou em entrevista coletiva cedida nesta terça-feira (6) sobre a dificuldade de encarar o Borussia Dortmund.

"Vamos tentar nos preparar o melhor possível para a partida. O que pensaremos hoje, e o que pensaremos amanhã antes de ir ao estádio, é como iremos fazer para causa dano a este adversário. Temos que ter concentração e intensidade para marcar rápido. Vamos jogar uma final, a final de um grupo. Jogamos em casa e o que queremos é realizar uma boa partida. Não vamos calcular nada, não vamos pensar no que poderá ser melhor para nós. Vamos tentar fazer uma boa partida e garantir a liderança do grupo. Não devemos fazer contas. Nosso objetivo é ser o primeiro", revelou o francês.

O comandante também minimizou o fato de James Rodríguez ter realizado o treinamento à noite: "Nada, isso pra mim não significa nada. Admiro James, que treina e está sempre à disposição. Tenho o memso comprometimento com James do que tenho com o restante do elenco. O fato de que tenha treinado em Valdebebas não altera nada. Muitos jogadores permencem na Cidade Desportiva depois das partidas, para recuperação ou algo do gênero", complementou.

Estando na última semana de preparação antes de viajar para a disputa do Mundial Interclubes, Zidane também falou sobre a situação física de seus atletas: "A equipe está bem fisicamente. Sabemos que vamos ter uma partida muito complicada amanhã, como todos estão sendo atualmente. Jogar a cada três dias é complicado. Mas o que me importa é que todos os jogadores estão prontos para jogar. Todos estão concentrados, comprometidos. Mas amanhã teremos uma partida que certamente irá exigir um grande esforço físico", concluiu.

Ex-Barça, Bartra festeja retorno ao Santiago Bernabéu

Revelado nas categorias de base do Barcelona, o jovem defensor Marc Bartra chegou ao Borussia Dortmund no início desta temporada, em uma negociação envolvendo €8 milhões. Pela primeira vez desde então, o zagueiro irá retornar a Espanha, e justamente no palco onde enfrentou por algumas vezes o seu 'eterno' rival.

"É genial poder voltar ao Bernabéu, especialmente pela rivalidade envolvida com meu antigo clube. Voltar com o Dortmund e poder disputar neste estádio a liderança de um grupo pela Uefa Champions League só torna as coisas ainda mais perfeitas. É uma das maiores partidas que se pode ter na Europa neste momento, e será certamente muito especial", disse Marc em entrevista coletiva.

Titular nas últimas partidas do Dortmund, Bartra evitou falar também sobre favoritismo: "O Real certamente é uma equipe muito perigosa no ataque. Nãoo pensamos que somos favoritos. Queremos fazer uma boa partida, ganhar. Temos feito uma boa fase de grupos, ganhando todos os duelos menos contra o Real, e penso que podemos encarar de igual para igual este adversário. Conquistar os três pontos aqui será difícil e temos que estar 100% se quisermos sair com a vitória. Devemos estar estar concentrados e jogar semelhante ao que fizemos contra o Bayern de Munique", finalizou.

VAVEL Logo