Após partida adiada por nevoeiro, Genk vence Sassuolo e garante liderança do grupo F na UEL
(Foto: Divulgação/ KRC Genk)

Está definida a ordem de todos os grupos da Uefa Europa League 2016/17. A conclusão da última rodada que deveria ter ocorrido ontem, aconteceu apenas na tarde desta sexta-feira (9), quando o Genk venceu o Sassuolo por 2 a 0 na Itália. O duelo entre as equipes iria acontecer no final da tarde de ontem, mas um forte nevoeiro na região da Emília-Romanha impediu a realização do duelo no Città Del Tricolore. O resultado coloca a equipe belga do Genk na primeira colocação do Grupo F; os italianos já estavam eliminados.

Dono de uma péssima campanha durante a fase de grupos, com apenas uma vitória, dois empates e três derrotas, o Sassuolo se despediu melancolicamente da competição continental com uma equipe quase toda reserva nesta sexta-feira. Próximo da zona de rebaixamento na Serie A, o foco neroverdi passa a ser apenas a retomada dos bons desempenhos da última temporada, para evitar ao máximo uma maior aproximação do Z-4. Os comandados de Eusebio Di Francesco voltam a campo nesta segunda-feira (12), quando visitam a Fiorentina no Artemio Franchi.

Considerado a terceira força do Grupo F no início da competição, o Genk surpreendeu a todos e conquistou não somente sua vaga às oitavas de finais, como garantiu também a liderança. A equipe belga necessitava de um tropeço do Athletic Bilbao, o que acabou acontecendo. Os bascos apenas empataram com o Rapin Viena na Áustria, abrindo o caminho para que a equipe de Limburgo jogasse com mais tranquilidade nesta sexta. Ocupando atualmente a quinta colocação da Pro League, o Genk volta a campo neste domingo (11), quando visita o Waasland-Beveren.

Vitória sem sustos, e liderança assegurada

O Genk entrou em campo no Città Del Tricolore sabendo que precisava apenas de uma vitória para garantir a primeira colocação do Grupo F. E seu adversário não pretendia ter grandes ambições para evitar o êxito belga. Já eliminado, o Sassuolo entrou em campo com uma equipe plenamente alternativa. 

O início de partida foi fraco. O Genk não conseguia ter a posse de bola, para trabalhar as jogadas e o Sassuolo buscava a todo instante ligar o ataque em jogadas criadas por sua defesa, no famoso "chutão". Desta maneira, a primeira (e única) grande oportunidade surgiu apenas aos 22', onde após um bate e rebate a bola sobre para Mbwana Samata, que livre de marcação na grande área acaba finalizando rente à trave direita de Pegolo. Após este lance, o Sassuolo manteve o domínio da partida, mas seguiu sem criar chances claras. Irritando o público presente no Città Del Tricolore.

Vendo o adversário melhor mesmo sem qualquer objetivo na competição, o Genk voltou do intervalo determinado a conquistar a vitória. Após algumas chances criadas, Mbwana Samata fez boa jogada individual pela direita do ataque belga, rolou pra trás e praticamente na marca do pênalti, Bryan Heynen empurrou para o fundo das redes, inaugurando o marcador. Mantendo a pressão no setor ofensivo, Nikolaos Karelis obrigou Pegolo a realizar uma defesa fantástica, pouco tempo depois do primeiro gol.

Como na etapa inicial, a partida obteve uma queda de ritmo considerável. Aos 77', Mazzitelli arriscou de fora da área e carimbou o travessão belga, quase igualando o marcador. E a oportunidade realmente acabou fazendo falta. Já que três minutos depois, Leandro Trossard aproveitou a jogada de linha de fundo de Nikolaos Karelis para ampliar a vantagem do Genk, garantindo a vitória e a classificação às oitavas de finais como líder do Grupo F.

VAVEL Logo