De virada, Arsenal supera Stoke City e assume liderança provisória da Premier League

O Stoke City até abriu o placar no primeiro tempo, mas o Arsenal não deu sossego e defendeu bem a sequência de agora 14 jogos sem perder na Premier League, pela 15ª rodada do certame, dispuado no Emirates Stadium, em Londres, neste sábado (10). Charlie Adam abriu o placar para os Potters e Walcott, Özil e Iwobi viraram o jogo, fechando o placar em 3 a 1. 

O triunfo coloca os Gunners assumem a liderança temporária da competição, empatados em 34 pontos com o Chelsea, que joga no domingo (11). O Stoke, por sua vez, cai para 10ª posição, permanecendo com seus 19 pontos ganhos até aqui.

Os times voltam a campo na próxima quarta-feira (14), quando o time londrino viaja para Merseyside para encarar o Everton, às 17h45. O time de Stoke-on-Trent recebe o Southampton, quinze minutos mais tarde. 

Adam abre o placar para o Stoke, mas Walcott empata no fim

O Arsenal jogara em casa e, portanto, buscava ficar mais tempo com a bola e encurralar o adversário para conseguir algo. Porém, o Stoke não aceitou tão bem tal iniciativa Gunner e aproveitou sempre que teve a bola nos pés. Com quatro minutos, Muniesa bateu de longe e Cech saltou para fazer a defesa. Aos 12 minutos, Walcott recebeu bola de Mustafi e, pela direita, arrancou antes de bater cruzado, mas o goleiro fez a defesa. 

Aos 22 minutos, o Stoke chegou novamente. Allen recebeu bola dentro da área e arrematou com colocado, porém a bola subiu demais. Com 28 minutos, porém, os visitantes chegaram e conseguiram abrir o placar em cobrança de pênalti. Charlie Adam foi para a bola em penalidade sofrida por Allen e colocou Cech para a sua esquerda, botando a bola na direita, abrindo o marcador no Emirates. 

Após o gol, o Arsenal tentou ficar mais tempo com a bola, buscando criar jogadas no ataque tendo em vista o empate. Aos 35 minutos, o time arriscou criação pela direita, mas a redonda foi afastada pela zaga para escanteio. Já aos 40, os Potters apareceram na área, porém a finalização não conseguiu ser concretizada. A zaga, após isso, conseguiu tirar o perigo. O Stoke apresentou uma postura agressiva na primeira etapa, marcando à pressão no campo de ataque e conseguindo proteger bem o seu perímetro. 

Essa defesa, porém, foi furada aos 42, quando Walcott aproveitou cruzamento rasteiro pela direita e mandou pro fundo das redes, empatando tudo depois de boa troca de passes em frente à área. Um minuto depois, Sánchez tenteou chute de dentro da área, mas foi desviado. Nos acréscimos, Chamberlain chutou de primeira toque rasteiro, mas passou por cima. 

Özil e Iwobi marcam e dão a vitória ao Arsenal

No começo da segunda etapa, os donos da casa conseguiram a virada com Özil, de cabeça. O alemão recebeu bola longa e conseguiu cabecear de 'peixinho' por cima do goleiro adversário. Quando o relógio se aproximava dos 15, Sánchez fez boa jogada individual pela direita, com algumas firulas, porém não foi possível concluir, o que não impediu da torcida ovacionar. 

O Stoke quase empatou aos 25 com Crouch, de cabeça. Bola alçada na área em escanteio e o atacante saltou para mandar pro gol, porém Cech fez a defesa e a marcação completou. Com 30 minutos, Sánchez tentou jogada pela esquerda, mas foi derrubado. A bola, porém, sobrou para Iwobi, que avançou em velocidade e bateu na saída do goleiro, ampliando a vantagem para os Gunners

A equipe da casa, a partir daí, conseguiu administrar o placar sem grandes perigos, conseguindo anular as alternativas do adversário, além de gastar o tempo mantendo a bola sempre que possível.

VAVEL Logo