Visando mais uma taça, Real Madrid estreia no Mundial contra América do México

Após a conquista da Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo tem mais um desafio profissional; desta vez, com o Real Madrid. O clube espanhol entra em campo nesta quinta-feira (15), às 8h30 (de Brasília), para encarar o América do México pelas semifinais do Mundial de Clubes da Fifa. O vencedor da partida encara o Kashima Antlers na final.

O Real Madrid participa da competição por ter vencido o torneio mais importante da Europa. Com isso, obteve sua vaga direta na fase semifinal da competição. Assim como o Atlético Nacional, que foi surpreendido e derrotado na manhã dessa quarta-feira (14) pelo campeão japonês Kashima Antles.

O América, por sua vez, disputa sua segunda partida pelo torneio, já que ao contrário da Champions League e da Libertadores, a Champions League da Concacaf não dá ao seu campeão vaga direta nas semis. O tradicional clube mexicano venceu o Jeonbuk Hyundai por 2 s 1 e se credenciou para enfrentar o gigante europeu.

Cristiano quer conquistar o mundo

Geralmente temos a ideia de que os europeus não dão o devido valor ao Mundial de Clubes. Este fato pode até ser considerado quando tratam-se de clubes ingleses, que foram surpreendidos em diversas finais, principalmente contra os clubes sul-americanos. Vide Flamengo, São Paulo, Internacional, Corinthians... 

No entanto, esta escrita não se confirma quando falamos dos principais clubes da Espanha que já provaram valorizar a competição que, muitas das vezes, é disputada como motivo para alimentar a rivalidade, uma vez que estamos falando dos principais clubes do mundo e consequentemente, dos que mais vencem títulos nos últimos tempos.

E foi exatamente isso que afirmou Cristiano Ronaldo, famoso por querer vencer tudo. O gajo deixou claro que não foi ao Japão "passar férias" e que valorizam a conquista de mais este troféu. "Significa muito para nós e queremos vencer para fechar o ano da melhor maneira", afirmou o atacante português, em entrevista à TV do clube.

América do México vive a partida de sua vida

Apesar da força que esta frase tem, é justamente esse o sentimento interno do clube mexicano que - sem nada a perder - estuda a melhor forma de surpreender os comandados de Zidane e chegarem a final visando a conquista do título, inédito na história do multicampeão mexicano.

Autor de um dos gols que levou o América para a semi-final, o atacante Silvio Romero descreveu a sensação de disputar uma partida frente ao Real Madrid e afirmou: "Isso não é importante só por que vamos enfrentar eles, mas sim por que é uma final de Mundial de Clubes e isso já nos deve fazer pensar que estamos na partida mais importante das nossas carreiras". 

O artilheiro ainda comentou sobre o ponto forte de seu time para surpreender o campeão europeu: "Temos muito o que ganhar e pouco o que perder, e isso é algo que pode nos ajudar pois não temos a pressão que o Real tem. Em elenco eles nos superam, mas o futebol cada dia que passa é mais parelho e tem demonstrado que acontecem resultados improváveis. Assim, não perdemos a esperança" - destacou.

VAVEL Logo