Com brasileiro no topo, jornal divulga lista dos maiores salários do futebol francês

Um dos principais jornais esportivos da França, o L'Equipe, divulgou na sua edição desta sexta-feira (12), os 30 maiores salários do Campeonato Francês. O bilionário Paris Saint-Germain domina a lista, principalmente por ter seis de seus jogadores entre os primeiros colocados. A liderança do top-30 ficou por conta de um brasileiro, o zagueiro Thiago Silva, que de acordo com a revista, recebe mensalmente €1,1 milhão (R$ 3,9 milhões). 

Logo na sequência, atrás do brasileiro, estão os também jogadores do PSG, Ángel Di Maria (€ 900 mil), Edinson Cavani (€ 800 mil), Thiago Motta (€ 800 mil), Javier Pastore (€ 770 mil) e Blaise Matuidi (€ 750 mil), fechando o top 6 da lista.

Saiba Mais: Évian: o clube que saiu da Ligue 1 e 15 meses depois fechou as portas

Apenas três jogadores que não atuam no PSG ocupam o top 10 dos maiores salários, são eles: Falcao García, do Monaco, que na sétima colocação é o melhor posicionado ao receber mensalmente € 600 mil. Na sequência, em oitavo, vem outro atleta do Paris Saint-Germain, Marco Verratti, que ganha € 500 mil, na nona posição é o italiano Mario Balotelli, do Nice, com € 450 mil e, por fim, Bafétimbi Gomis, do Olympique de Marseille, que recebe € 420 mil.

Apesar dos altos investimentos, a campanha do Paris Saint-Germain não é das melhores nesta temporada. A equipe comandada pelo espanhol Unai Emery ocupa apenas o terceiro lugar, acumulando nestas 17 rodadas 36 pontos, ficando atrás do Monaco, com 39 e do líder Nice, clube de Mario Balotelli e do brasileiro Dante, que está realizando um ótimo campeonato e lidera a Ligue 1 com 40 pontos.

Final da Europa League 2017/18 será disputada no estádio do Lyon

Outro clube que aparece na lista mas também não está realizando um bom campeonato é o Olympique de Marseille, que após brigar para não ser rebaixado na temporada passada, nesta atual ocupa uma posição lá no meio da tabela, um simples nono lugar, abaixo de clubes com menos expressão, como Toulouse, Guingamp e Rennes.

VAVEL Logo