Atlético de Madrid recebe Las Palmas para esquecer mau momento no Espanhol

Vindo de uma sequência negativa com duas importantes derrotas e precisando se reencontrar com as vitórias o Atlético de Madrid volta à campo neste sábado (17), quando recebe o Las Palmas em partida válida pela 16ª rodada da La Liga a ser disputada no Estádio Vicente Calderón em Madrid.

Os colchoneros atualmente ocupam a 6ª posição no campeonato, a primeira posição dentro da zona de classificação para as competições européias, neste caso, a Liga Europa. Cada vez mais distante dos primeiros colocados Real Madrid e Barcelona, os comandados de Simeone estão se vendo mais pressionados a voltar a ter uma sequência de vitórias.

Já pelo lado da equipe visitante, o cenário é um pouco diferete. O Las Palmas, que está em sua segunda temporada seguida na elite espanhola, ocupa a 10ª posição e já surpreende por sua campanha. Los amarillos estão separados da zona de classificação da Liga Europa por apenas quatro pontos e não se enxergam longe de uma possível classificação para tal competição.

Poucos foram os confrontos entre as duas equipes devido à recente promoção do Las Palmas para a primeira divisão. No entanto, na última temporada tivemos duas partidas, ambas vencidas pelo Atléti. Na primeira delas, disputada no primeiro turno da competição, Griezmann fez o gol solitário que deu a vitória aos rojiblancos. Já na segunda, Filipe Luís e Griezmann, duas vezes, deram a vitória ao Atlético. 

Simeone: "Tudo o que eu faço e farei é pensando no bem do clube"

O treinador argentino esteve presente na tradicional coletiva de imprensa pré-jogo e comentou sobre a sua equipe e os preparativos para a disputa da partida deste final de semana e de um assunto em particular, a sua renovação (ou não) com o Atlético de Madrid.

Um dos primeiros questionamentos feitos pelos jornalistas espanhóis tinha como tema o jovem plantel do Atlético. Simeone respondeu: "Os meninos sempre trabalham bem, são muito competitivos e buscam o melhor. Esta semana não variamos quanto a essa situação. Talvez possamos utilizá-los em campo e levar a partida para onde queremos" - afirmou.

Já comentando sobre seu futuro, Cholo declarou: "Tenho contrato, mas minha vontade é de fazer o melhor para a equipe e para o clube. Tenho a sensação de que sempre temos que estar contando para as pessoas que as coisas são lindas. E lhes digo que vivo partida por partida há cinco anos e não vou mudar. Tudo que faço e farei é pensando no bem do clube. O sonho do novo estádio está aí, mas a realidade é o momento. A realidade é o presente" - concluiu.

Para a partida, Simeone não contará com seis jogadores, são eles: Oblak, Filipe Luis, Tiago, Augusto, Cerci, todos lesionados e Correa que está suspenso. Sendo assim, para completar os 17 convocados para a partida, Simeone convocou Juan Moreno, jovem de 19 anos da base do clube. A lista completa é composta por: Moyá, Vrsaljko, Savic, Godín, Lucas, Gabi, Koke, Saúl, Carrasco, Griezmann, Gameiro, Moreira, Juanfran, Giménez, Thomas, Gaitán, Fernando Torres e Juan Moreno.

O Vicente Calderón não trás boas lembranças ao Las Palmas

Jogar no Calderón é um desafio para todas as equipes do mundo. Mas, para o Las Palmas este fator campo parece ser ainda mais presente. Em toda o histórico de confrontos dentro do estádio rojiblanco - palco do duelo deste sábado, pouquíssimas foram as vitórias dos visitantes.

Foram 28 visitas ao estádio do Atlético de Madrid e apenas duas vitórias sendo a última delas em 1969, há 47 anos atrás. Sendo assim, nenhum jogador que estará em campo neste sábado terá visto essa partida que é guardada com carinho na mente dos torcedores da equipe. Outra estatística interessante dá conta de um outro tabu. O último gol marcado pela equipe amarela dentro da casa do Atlético ocorreu em 1986, o duelo naquela ocasião, terminou empatado. 

No entanto, o clima é outro e qualidade do Las Palmas é completamente superior a dos velhos tempos e isso é algo que motiva o torcedor. Além da sua própria qualidade, o momento ruim dos rivais também podem colaborar para uma quebra de um dos dois tabus, fator que ajudaria na busca da equipe por uma vaga em competições europeias. 

VAVEL Logo