Recorde de goleiro do Egito é destaque no encerramento da primeira rodada da CAN 2017
El-Hadary prestes a entrar em campo - e na História: o goleiro de 44 anos foi peça importante no empate em 0 a 0 do Egito com o Mali (Foto: Divulgação/Twitter)

Chegou ao fim a primeira rodada da fase de grupos da Copa Africana de Nações de 2017. Esta terça-feira (17) começou com uma sofrida vitória de Gana sobre Uganda pelo placar mínimo e terminou com um histórico encontro entre o maior campeão do continente, o Egito, e o Mali. O goleiro egípcio Essam El-Hadary, que completou 44 anos no último domingo (15), tornou-se o jogador mais velho a entrar em campo na CAN ao substituir o titular Ahmed El-Shenawy, que saiu lesionado, aos 25 minutos do primeiro tempo. El-Hadary fechou o gol no empate sem gols entre os Faraós e as Águias.

Com esses resultados, Gana termina a primeira jornada na liderança do Grupo D. Egito e Mali somam um ponto cada e dividem a vice-liderança. A lanterna fica com Uganda.

Ambos os jogos foram realizados no Stade de Port-Gentil, em Port-Gentil.

Gana não joga bem, mas vence Uganda

Estrelas Negras tiveram muitas dificuldades contra os "Cranes" (Foto: Justin Tallis/AFP/Getty Images)

Gana e Uganda reeditaram a final da CAN 1978. Àquela ocasião, as Estrelas Negras jogaram em casa, venceram por 2 a 0 e conquistaram o terceiro dos seus quatro títulos continentais. Curiosamente, aquela havia sido a última participação dos Cranes na Copa Africana. Longos 39 anos se passaram até o retorno à maior competição da África este ano.

Para o embate de hoje, esperava-se que a atual vice-campeã do torneio tomasse as rédeas do jogo, enquanto seus oponentes apostariam nos contra-ataques. E as expectativas se consolidaram na primeira etapa. O meia André Ayew e os atacantes Asamoah Gyan e Christian Atsu deram muito trabalho à defesa ugandense. Do outro lado, os contragolpes puxados por Tony Mawejje e Farouk Miya assustaram os ganeses.

Depois de tanto insistir, a seleção comandada por Avram Grant, ex-Israel, Chelsea, Portsmouth e West Ham, foi premiada com um pênalti aos 31 minutos. Isinde derrubou Gyan dentro da área, e o árbitro flagrou a infração. André Ayew cobrou com precisão e abriu o placar.

A Uganda foi em busca da reação nos 45 minutos finais. Contudo, esbarrou na sua própria afobação. Visivelmente nervosos, os Cranes - o apelido se deve ao pássaro presente no centro da bandeira do país - erraram muitos passes e as finalizações vinham, sobretudo, de longa distância. A chance do empate esteve nos pés de Joseph Ochaya, Geoffrey Massa e Muhammad Shaban, mas eles desperdiçaram. Melhor para as Estrelas Negras, que puderam executar sua proposta de jogo defensiva e saíram de campo com os três pontos.

Mali e Egito fazem partida equilibrada e ficam no 0 a 0

Águias e Faraós não balançaram as redes (Foto: Justin Tallis/AFP/Getty Images)

Dono de sete títulos continentais e de volta à CAN depois de ficar ausente das últimas três edições, o Egito começou a todo vapor. Grandes chances saíram dos pés de Marwan Mohsen, Mohamed Salah e Mohamed Elneny.

O Mali respondeu à altura em cabeçada de Moussa Marega, que obrigou Ahmed El-Shenawy, paredão do clube egípcio Zamalek, a fazer grande defesa. O arqueiro egípcio se lesionou no lance e saiu para a entrada do veterano Essam El-Hadary aos 25 minutos de jogo. Ícone da Terra dos Faraós, o goleiro do Wadi Degla, também do Egito, comemorou aniversário de 44 anos no domingo passado e bateu recorde: tornou-se o homem mais velho a jogar a Copa Africana de Nações.

Ainda no primeiro tempo, os malineses estiveram perto do 1 a 0 com Lassana Coulibaly e Mustapha Yatabaré  Os Faraós responderam na mesma moeda com Elneny. Apesar de movimentado, o duelo foi ao intervalo com o placar em branco.

No início da segunda etapa, El-Hadary fez boa defesa em nova finalização de Marega. Oumar Sissoko, por sua vez, fechou a meta das Águias em chute perigoso de Mohsen.

Outras chances foram construídas, mas sempre bloqueadas pelas defesas.

Nos instantes finais, Marega teve outra oportunidade para superar El-Haddary. Mas o veterano estava atento e praticou outra grande intervenção. Foi o último lance de perigo do jogo.

O 0 a 0 entre Mali e Egito foi o quinto empate da CAN 2017. A primeira rodada da primeira fase registrou cinco empates em oito jogos. Além de Gana (1 a 0 contra Uganda, neste Grupo D), apenas Senegal (2 a 0 sobre a Tunísia, em jogo do Grupo B) e RD Congo (1 a 0 frente ao Marrocos, em partida do Grupo C) venceram.

Relembre a primeira rodada do Grupo A
Relembre a primeira rodada do Grupo B
Relembre a primeira rodada do Grupo C

Confira os jogos da segunda rodada da CAN 2017:

Grupo A - Stade de l'Amitié, em Libreville

Quarta-feira (18/01)
14h* - Gabão x Burkina Faso
17h* - Camarões x Guiné-Bissau

Grupo B - Stade de Franceville, em Franceville

Quinta-feira (19/01)
14h* - Argélia x Tunísia
17h* - Senegal x Zimbábue

Grupo C - Stade d'Oyem, em Oyem

Sexta-feira (20/01)
14h* - Costa do Marfim x RD Congo
17h* - Marrocos x Togo

Grupo D - Stade de Port-Gentil, em Port-Gentil

Sábado (21/01)
14h* - Gana x Mali
17h* - Egito x Uganda

* Horário de Brasília

VAVEL Logo