Com gols no fim, Bayern vence Ingolstadt e aumenta vantagem na liderança

Foi difícil. A partida não contou com grandes finalizações. O duelo da Baviera entre Ingosltadt e Bayern de Munique, válido pela 20ª rodada da Bundesliga 2016-2017, foi amarrado até o fim, quando o mais poderoso se sobressaiu e garantiu o resultado positivo. Em jogo disputado no Audi Sportpark, melhor para o atual tetracampeão alemão. Com gols de Arturo Vidal e Robben aos 45 minutos do segundo tempo, o Bayern venceu por 2 a 0.

Com o resultado, o time comandado por Carlo Ancelotti, enfim, conseguiu disparar na liderança da Bundesliga. Os bávaros somam agora 49 pontos ganhos, na liderança, e viram a vantagem aumentar para sete pontos, uma vez que o RB Leipzig perdeu para o Hamburgo em casa e viu o sonho ficar mais distante. Na outra ponta da tabela de classificação, Die Schanzer permanece no penúltimo lugar, com 15 pontos somados, cada vez mais afundado na zona de rebaixamento.

A próxima rodada acontece no próximo fim de semana e as equipes entram em campo às 12h30 do sábado (18). O Ingolstadt mede forças contra o Eintracht Frankfurt na Commerzbank Arena, enquanto o Bayern de Munique tem tradicional duelo contra o Hertha Berlin, no Estádio Olímpico. Antes, porém, os bávaros encaram o Arsenal no primeiro jogo das oitavas de final da Uefa Champions League, às 17h45 da próxima quarta-feira (15), na Allianz Arena.

Primeiro tempo de poucas finalizações

A partida começou com poucas ações. As equipes começaram com jogo disputado no meio de campo, com a melhor disputa dos setores de marcação. Aos poucos, o Bayern de Munique começou a procurar mais o ataque, porém, sem tanta objetividade. Aos 16 minutos aconteceu a primeira oportunidade dos visitantes. Thomas Müller avançou pela direita e cruzou para Lewandowski. O centroavante não conseguiu equilíbrio e cabeceou mal. Três minutos depois, o próprio Lewandowski recebeu lançamento perfeito de Xabi Alonso e deu belo toque por cobertura na saída do goleiro. Praticamente em cima da linha, Matip cortou providencialmente e evitou a abertura do placar.

Embora as equipes ameaçassem atacar, a marcação era forte e os atacantes pouco trabalhavam. O Ingolstadt ameaçou aos 25 minutos, mas a finalização veio sem perigo para Manuel Neuer. Lance de perigo aos 36 minutos. Em boa descida de ataque feita pelo Bayern de Munique, Philipp Lahm acionou Thiago Alcântara na entrada da área e o meia bateu de primeira. A pelota passou perto do gol defendido por Hansen.

O ritmo do jogo aumentou na reta final do primeiro tempo. Os mandantes levaram perigo aos 38 minutos, quando Tisserand subiu bem na área após cobrança de falta executada no lado esquerdo de ataque para encobrir Manuel Neuer, mas foi por cima do gol. Na jogada seguinte, o Bayern aproveitou uma falha na saída de bola para assustar. Mais uma vez, Thiago Alcântara recebeu perto da meia-lua e bateu novamente colocado para a defesa tranquila de Hansen. A última chance de gol veio aos 41 minutos, quando Hummels deu belo passe para Alaba, mas a zaga colocou para escanteio. Após a cobrança, Xabi Alonso bateu mal e não preocupou o sistema defensivo do Ingolstadt.

Primeiro tempo travado (Foto: Christof Stache/AFP)
Primeiro tempo travado (Foto: Christof Stache/AFP/Getty Images)

Bayern vence no apagar das luzes

No segundo tempo, o Bayern começou completamente ofensivo. Logo no primeiro minuto, Thomas Müller recebeu na área e bateu para o gol. O goleiro Hansen desviou e o lateral Hadergjonaj afastou em cima da linha. Os mandantes atacaram aos oito, quando Groβ cobrou escanteio e Brégerie cabeceou duas vezes para assustar Manuel Neuer.

O Bayern de Munique, com o elenco mais qualificado, tinha mais opções para mudar o panorama da partida. Ciente de que não mudaria muita coisa com o que tinha no gramado, o técnico Carlo Ancelotti resolveu garantir mais que a posse de bola. O comandante do líder da Bundesliga promoveu as entradas de Douglas Costa, Robben e Rafinha no decorrer da etapa complementar com o objetivo de adiantar o time e tirar o zero do marcador.

As mudanças, porém, não surtiram o efeito esperado. Porém, na reta final, as equipes procuraram os últimos esforços de atacar. Nos 15 minutos finais, a pressão foi intensa do Bayern. O time não chegava com tanto perigo, mas rondava a área adversária com todos os jogadores de ataque. Aos 37 minutos do segundo tempo, Lewandowski recebeu passe na intermediária e arriscou de longe. A bola bateu em cheio no travessão e o Ingolstadt ficou com o rebote.

Quando parecia que o jogo terminaria empatado sem gols, o Bayern fez a diferença e mostrou que tem jogadores capazes de decidir, ainda que na reta final. Aos 44 minutos do segundo tempo, Arturo Vidal começou a jogada fora da área, tocou para Rafinha e o lateral acionou Thomas Müller. O atacante cruzou e Vidal apareceu sozinho na pequena área para abrir o marcador. No lance seguinte, Douglas Costa tabelou com Robben e o holandês completou com categoria no canto direito de Hansen para garantir a vitória e aumentar a vantagem em busca do pentacampeonato nacional.

Robben entrou no segundo tempo e marca gol que sacramentou vitória do Bayern (Foto: Marc Müller/Bongarts/Getty Images)
VAVEL Logo