Líder no Português, Benfica busca encerrar invencibilidade do Borussia Dortmund na UCL

Duas equipes com situações interessantes ao serem comparados os desempenhos nas competições nacionais e internacionais. De um lado, o Benfica oscilou na fase de grupos da Uefa Champions League, mas lidera o Campeonato Português com muito equilíbrio. Do outro lado, o Borussia Dortmund decepciona com uma campanha aquém do esperado na Bundesliga, mas está invicto no torneio continental.

Pelas oitavas de final da Uefa Champions League, encarnados e aurinegros medem forças pelo primeiro confronto das oitavas de final. O jogo será realizado às 17h45 desta terça-feira (14), no Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal.

Pela Liga portuguesa, os lusitanos venceram facilmente o Arouca por 3 a 0 e se mantiveram no topo da tabela, sem dar chances ao arquirrival Porto. Em contrapartida, os alemães decepcionaram mais uma vez ao perderem para o Darmstadt, último colocado da Bundesliga, por 2 a 1, e ocupam a quarta colocação do principal torneio do país.

Prevalecer o mando de campo

O Benfica disputa acirradamente com o Porto o título do Campeonato Português. O time encarnado tem 51 pontos na tabela de classificação, um à frente do maior rival. Porém, o momento é de mudar o pensamento e disputar uma competição eliminatória com uma equipe ainda invicta e que terminou na liderança de um grupo formado também pelo Real Madrid, maior vencedor e atual campeão do torneio.

Para o confronto desta terça-feira, três são os possíveis desfalques. O zagueiro Lisandro López e o atacante Andrija Zivkovic estão lesionados, enquanto o centroavante brasileiro Jonas, principal referência ofensiva, é dúvida para o confronto e sua participação vai ser definida momentos antes da partida começar. O técnico Rui Vitória comentou a dificuldade de enfrentar um adversário qualificado, mas ressaltou que seus comandados estão prontos para enfrentar esse grande desafio.

"Estamos diante de uma equipe forte, muito difícil, com um forte poder ofensivo. A minha equipe vai ser ambiciosa, determinada e convencida de sua capacidade. O primeiro caminho para vencer o jogo é reconhecer as forças e as fraquezas de nossos adversários. E isso não significa que vamos trair nossas ações ofensivas", citou o treinador.

Tranquilidade na temporada

A inconstância do Borussia Dortmund na Bundesliga praticamente acabou com as chances de título nacional. Embora matematicamente ainda esteja cedo para apontar um campeão, mas a tradição, o retrospecto e as atuações indicam que o Bayern de Munique vai conquistar o pentacampeonato inédito na Alemanha. Por isso, resta ao Borussia Dortmund brigar nos torneios domésticos e principalmente na Uefa Champions League para poder levantar um troféu nesta temporada.

O técnico Thomas Tuchel não consegue repetir o desempenho da temporada passada à frente da equipe aurinegra e tenta fazer o máximo que pode para que o clube não passe o ano em branco. Para o duelo desta tarde, são dois desfalques certos. Os meias Sven Bender e Mario Götze estão lesionados e não entram em campo. Estão em condição duvidosa os também meio-campistas Rode e Sahin.

Mesmo com esse panorama, o comandante do Borussia Dortmund analisou o adversário e mostrou confiança em seu elenco na busca de um bom resultado a fim de ter vantagem inicial para o confronto da volta, diante da torcida.

"É uma grande tarefa jogar um jogo eliminatório fora de casa contra um grande clube como o Benfica. Fluem muito rápido no setor ofensivo, mas ficam compacto em sua defesa. Estamos cheios de expectativa e com a esperança de que podemos realizar o nosso melhor. Temos de manter a nossa forma e estar confiantes, cientes de que sempre haverá fases do jogo que dominamos", explicou Tuchel.

VAVEL Logo