Após resultados ruins, torcedores do Arsenal organizam protesto pela saída de Wenger

Antes da bola rolar nesta terça-feira (7) para Arsenal e Bayern de Munique pela Uefa Champions League, cerca de 500 torcedores do time inglês protestaram contra Arsene Wenger nos arredores do estádio do clube em Londres. Com os péssimos resultados obtidos nos últimos jogos.

Wenger corre risco de não renovar e grande parte da torcida dos Gunners querem a saída do técnico. Wenger tem contrato até junho deste ano, mas, após longo período no clube londrino, o técnico não deve seguir comandando a equipe nas próximas temporadas.

Nos últimos jogos, Arsenal perdeu para o Watford (2-1) e para o Chelsea (3-1). Compensou vencendo o Hull City por 2 a 0, mas voltou a perder para o Bayern de Munique (5-1). Voltou a vencer no jogo contra o Sutton United pela Copa da Inglaterra por 2 a 0, mas desde então perdeu para o Liverpool (3-1) e nesta terça-feira foi eliminado da Copa da Inglaterra na derrotada para o Bayern de Munique por 5 a 1. 



Além dos maus resultados recentes, o treinador foi muito questionado quando optou em não escalar o Alexis Sánchez no ataque no último final de semana, na derrota contra o Liverpool por 3 a 1. Com seu principal astro no banco, os Gunners saíram da zona de classificação à Liga dos Campeões. Atualmente, o clube defende uma sequência de 19 participações seguidas na competição continental.

Segundo noticiou o “The Telegraph”, Sánchez teria sido deixado no banco após uma briga com um companheiro durante a semana. O que foi noticiado é que Alexis teria deixado o campo durante um treino antes dos outros jogadores, criando um ambiente ruim no clube. Wenger não teria gostado da atitude de Sánchez. Mas, ambos desmentiram o anunciado. 

VAVEL Logo