Oblak brilha, Atlético de Madrid fica no zero com Bayer Leverkusen e avança às quartas da UCL

Atlético de Madrid segue vivo na briga pela tão sonhada orelhuda. Nesta quarta-feira (15), os colchoneros receberam o Bayer Leverkusen pelo jogo de volta das oitavas da Uefa Champions League 2016/17 e contaram com uma grande atuação de Jan Oblak, principalmente na segunda etapa, para se classificarem após um 0 a 0.

Agora, os atuais vice-campeões da competição esperam o sorteio da próxima sexta-feira (17), às 8h, para saber o seu adversários nas quartas. Além dos colchoneros, JuventusReal MadridBarcelonaBorussia DortmundBayern de Munique, Leicester, Juventus e garantiram seus lugares entre os oito melhores da Europa.

Boas chances para os dois lados, mas nada de bola na rede

Sem ter nada a perder, tendo em vista que tinha que reverter uma vantagem gigante, o Leverkusen foi para cima dos espanhóis desde o início. Aos 4', Volland recebeu na entrada da área, pela esquerda, girou sobre Vrsaljko, finalizou cruzado, rasteiro, e a bola passou muito perto da meta defendida por Oblak. O início alemão foi melhor no Calderón.

O Atlético fazia um jogo bem cadenciado em Madri, sem pressa e focando todas suas atenções na defesa, enquanto os alemães não iam desorganizadamente à frente, mas chegavam com mais perigo. Aos 20', Wendell recebeu na esquerda, acionou Chicharito na grande área, que recebeu e emendou de canhota, mas mandou por cima do colchonero.

Os colchoneros só vieram chegar bem no final do primeiro tempo, só que de maneira seguida. Aos 38', Godín ficou com a bola no meio do campo, acionou Griezmann, que escorou para Angel Correa. O argentino recebeu, entrou na área pela direita e chutou, mas Leno fez uma grande defesa. Um minuto depois, foi a vez de Correa ser o garçon, quando o atacante ajeitou para Koke, que chutou rasteiro, mas Leno fez grande defesa mais uma vez.

Oblak brilha e Atléti confirma classificação

O segundo tempo começou diferente do primeiro, com o Atlético tomando as rédeas da partida no início. Aos 10', Thomas puxou contra-ataque, passou para Correa, que driblou dois marcadores e chutou colocado de canhota, mas a bola foi para fora. Dois minutos depois, foi a vez de Griezmann receber passe de Carrasco, tocar por cobertura e a bola passar perto da meta de Leno.

O Leverkusen veio chegar bem, e muito bem, aos 23', tentando três vezes no mesmo lance, mas tendo uma barreira na frente chamada Jan Oblak. A primeira foi com Brandt, que roubou bola no ataque, saiu cara a cara com o Oblak, mas o arqueiro defendeu. Na sobra, Volland recebeu, esperou um pouco, chutou, mas o Oblak fez outro milagre. Na terceira tentativa, Chicharito finalizou cruzado, de canhota, e a bola passou raspando a trave. Grande lance.

Na parte final da partida, com o resultado garantido, o Bayer se lançou totalmente ao ataque em busca de, pelo menos, a vitória. Porém, os rubro-negros não combinaram com Oblak, que seguida fazendo grandes defesas. Aos 34', Bailey recebeu no meio e arriscou de longe, mas o goleiro esloveno defendeu. No lance seguinte, após cobrança de escanteio curto, Kampl ficou com a bola pela direita, levou para a perna esquerda e chutou forte, mas Oblak se sobressaiu mais uma vez. Depois disso, nada mais aconteceu e o Atléti confirmou a classificação.

VAVEL Logo