Villarreal não perdoa e surpreede Atlético de Madrid em pleno Vicente Calderón

O Villarreal não quis saber das homenagens da torcida colchonera ao Vicente Calderón e venceu o Atlético de Madrid por 1 a 0 fora de casa com gol de Soriano. Com a vitória, o submarino amarelo chega aos 60 pontos e pode até sonhar com uma vaga na Champions League, já que o Sevilla, quarto colocado tem 65. Já o Atlético mantém os 68 sem chances de ser ultrapassado pelo próprio Sevilla, mas permite que o time de Sampaoli encoste na classificação.

O Villarreal volta a campo na próxima Sexta (28), quando recebe o Sporting Gijón no Estadio de La Cerámica, já o Atleti visita o Las Palmas no dia seguinte no Gran Canaria, ambos pelo Campeonato Espanhol.

Atlético pressiona, mas para em Andrés Fernández

O jogo começou com o Atlético de Madrid muito superior, mas que pecava no momento de finalizar. Logo aos 10 minutos tivemos a primeira grande chance, em uma saída errada da defesa do Villarreal, Ángel Correa chutou rasteiro, o goleiro Andrés Fernández espalmou, e no rebote, Griezmann cruzou na cabeça de Saúl para o goleiro defender novamente.

O Villarreal não conseguia chegar com perigo, sua melhor chance foi em uma bola levantada na área em uma falta lateral, em que Oblak saiu estranho para cortar o perigo. Já ao Atlético, faltava criatividade para romper a defesa do submarino amarelo, e passou a arriscar chutes de fora da área e cruzamentos, sem sucesso em ambos.

Mas aos 31, Andrés Fernández teve que trabalhar de novo. Griezmann recebeu na esquerda, ganhou do zagueiro na velocidade e chutou para o goleiro defender a queima-roupa, e no rebote, Gaitán cabeceou pra Andrés salvar com a pontinha dos dedos.

O Atlético seguia insistindo, mas os erros no último passe impediam a equipe de progredir e levar real perigo até o final do primeiro tempo.

Villarreal mata o jogo em contra ataque mortal

O segundo tempo começou da mesma forma, com o Villarreal se defendendo e Atlético tentando achar espaços. E aos 52', o Atlético teve talvez a melhor chance do jogo. Após recuo de bola errado da defesa, Gaitán saiu cara a cara com Andrés Fernández, que fez mais uma grande defesa para manter o placar zerado.

Não contentes com os times, Simeone e Fran Escribá trataram de mexer no time, Cholo sacou Gaitán e Correa e colocou Carrasco e Gameiro. Já Escribá tirou Adrián, que saiu ovacionado pela torcida por sua passagem no Atlético, e colocou Soriano.

Mas mesmo com as alterações o jogo não mudou, o Atlético até chegou a ter boas chances com Filipe Luís e Carrasco, mas não conseguiu abrir o placar. E tudo piorou quando Carrasco machucou o ombro em uma dividida e teve que sair, e Torres veio para o jogo. No Villarreal, entrou Bakambu no lugar de Sansone.

Com a entrada de Bakambu, o Villarreal começou a crescer ganhando velocidade e saindo mais nos contra ataques. Aos 78', Soriano apareceu livre na área e chutou, mas Godín conseguiu cortar de última hora. Mas três minutos depois não teve jeito, após erro de Filipe Luís, Bakambu roubou a bola e cruzou para Soriano abrir o placar para o submarino amarelo.

Após o gol, o Atlético ainda tentou ir ao ataque novamente, mas completamente desorganizado, e a defesa bem postada do Villarreal não teve dificuldades em interceptar as jogadas e assegurar a vitória.

VAVEL Logo