Antes de encarar Atlético pela UCL, Real Madrid recebe "descompromissado" Valencia

Chegamos à reta final de mais uma temporada da Liga, que segue completamente indefinida. Na manhã deste sábado (29), Real Madrid e Valencia se enfrentam no Estádio Santiago Bernabéu pela 35ª rodada da competição a partir das 11h15. 

Sem demonstrar qualquer abatimento após a derrota no clássico, o Real recuperou-se com estilo na última rodada. Fora de casa, o conjunto madridista venceu o Deportivo La Coruña com um placar arrasador de 6 a 2, com direito à um verdadeiro show de Isco. O meia tem sido um dos principais nomes da equipe nas últimas partidas, e será novamente titular.

Para retomar a liderança, o Real torce por um tropeço do Barça no clássico catalão diante do Espanyol

Um triunfo no Bernabéu daria certamente ainda mais moral para o clube, que enfrenta na terça-feira (2) o Atlético de Madrid, na partida de ida das semifinais da Uefa Champions League

Ameaçado em alguns momentos da temporada, o Valencia livrou-se do perigo do rebaixamento. Para "salvar" a jornada do clube, nada como quebrar um longo tabu dentro do Santiago Bernabéu. A última vitória valencianista na casa madrilenha aconteceu na temporada 2007/08. Na ocasião, David Villa marcou duas vezes no triunfo por 3 a 2. Desde então, 10 partidas foram disputadas: são sete vitórias do Real e três empates. Para obter êxito em sua missão, o Valencia terá os desfalques importantes de Zaza, Enzo Pérez e Cancelo.  

Zidane explica rotações na equipe titular ressalta a importância desta reta final

"Há momentos na temporada em que podemos ter dúvidas, mas não agora. Nós sabemos o que queremos". Assim definiu Zinedine Zidane o momento crucial do Real Madrid neste fim de jornada.

Na última coletiva de imprensa, o treinador falou principalmente de como encontra-se sua equipe, que múltiplas decisões nas próximas semanas: "Estamos bem, como estivemos em toda a temporada. O que fizemos até então foi fenomenal. Em uma temporada muitas vezes há momentos de sofrimento, mas devemos ser positivos com que fizemos e com o que estamos fazendo. Automaticamente o mais bonito virá neste final", declarou.

Zidane hesitou comentar sobre as Eleições para presidente na França

O comandante francês ainda falou sobre sua responsabilidade e da dificuldade de realizar alterações na equipe: "Hoje em dia, para mim, não é como antes, que haviam menos partidas. Antigamente você conseguia jogar 30 ou 40 partidas com 12 ou 13 jogadores. Tenho jogadores muito bons. Não somos mais valiosos que ninguém, este é meu pensamento. Falo com os jogadores e tento passar minha visão, a partir daí seguimos normalmente, o objetivo de todos é o mesmo. Minha missão é convencer os jogadores do caminho correto", concluiu.

Decisão atrás de decisão para Zinedine Zidane (Foto: Pierre-Phelippe Marcou/Getty Images)
Decisão atrás de decisão para Zinedine Zidane (Foto: Pierre-Phelippe Marcou/Getty Images) 

Sem Zaza, Voro deve apostar na velocidade de Munir

Sem qualquer objetivo para este restante de Liga, o técnico Voro exaltou o confronto com o Real e o quanto ela será importante para o plantel valencianista: "Vamos com a expectativa de sair com a vitória, e sabemos de toda a dificuldade. O adversário luta pelo título. Todo o cenário os motiva. Sabemos de tudo que envolve a partida mas vamos com força máxima para conquistar este triunfo sobre uma grande equipe", comentou durante sua última coletiva.

Voro exaltou as equipes de base do Real durante a coletiva

Detentor de cinco gols nesta temporada, Simone Zaza será o principal desfalque da equipe para o confronto no Bernabéu. E Voro citou as diversas opções que poderá utilizar para substituí-lo: "Munir me dá um pouco mais de velocidade e Santi é outro que dá muito trabalho para os defensores. Temos muitos desfalques. A ausência de Cancelo é muito sentida. Mas o mais importante é todo o clima que envolve a partida, os jogadores gostam de duelos assim, e quem entrar vai dar conta do recado", finalizou.

(Foto: David Aliaga/Getty Images)
(Foto: David Aliaga/Getty Images)

VAVEL Logo