Real Madrid perde para Atlético, mas avança à segunda final de UCL consecutiva
Foto: Angel Martínez/Real Madrid CF

Próxima parada: Cardiff! Nesta quarta-feira (10), o Real Madrid avançou à sua segunda final de Uefa Champions League seguida. Mesmo perdendo para o rival Atlético de Madrid por 2 a 1, os merengues avançaram á decisão, já que venceram na ida por 3 a 0. Saúl Griezmann marcaram para os colchoneros, enquanto Isco fez para os merengues no último jogo de Champions no Vicente Calderón, casa do Atléti.

Agora, todos os holofotes estão virados para o País de Gales, quando o Real Madrid encara a Juventus no dia 3 de junho, às 15h45, em Cardiff.

Atlético tem início avassalador, abre dois de vantagem, mas merengues marcam no fim

Empurrado por um pulsante Vicente Calderón, o Atlético começou a partida com tudo, indo com muita fome para cima do Real Madrid, que parecia bastante assustado, sem conseguir trocar muitos passes e totalmente contraído, esperando os colchoneros atacarem para tentar sair no contra-ataque.

Só que essa pressão inicial deu muito resultado para quem precisava do resultado, pois aos 12', após cobrança de escanteio, Saúl subiu muito bem na primeira trave e cabeceou com força, raiva, sem chances alguma para Keylor Navas, que foi buscar a redonda no fundo das redes: 1 a 0 Atlético.

E o domínio colchonero não parou por aí. Quatro minutos depois, saiu o segundo gol do Atléti, que colocou fogo total na partida, quando Carrasco foi derrubado dentro da área e o árbitro turco marcou pênalti. Griezmann foi para a cobrança, meio que escorregou, bateu mal, mas Navas não conseguiu defender: 2 a 0 Atlético.

Mesmo cobrando mal, a bola entrou (Foto: Gerard Julien/AFP/Getty Images)
Mesmo cobrando mal, a bola entrou (Foto: Gerard Julien/AFP/Getty Images)

Mas a alta intensidade colchonera nos primeiros 20 minutos diminuiu, deixando o Real Madrid "gostar" do jogo e ir em busca de diminuir a vantagem, e foi o que aconteceu. No final do primeiro tempo, Benzema recebeu na esquerda, na linha de fundo, fez grande jogada, deixou três para trás e rolou para Kroos, que emendou de primeira, mas Oblak fez grande defesa. O problema foi que a redonda sobrou para Isco, que, com o arqueiro colchonero no chão, mandou para o fundo do gol, dando números finais à primeira etapa: 2 a 1.

Isco comemorou bastante seu gol (Foto: Cesar Manso/AFP/Getty Images)
Isco comemorou bastante seu gol (Foto: Cesar Manso/AFP/Getty Images)

Merengues apenas seguram resultado e garantem ida para sua 15ª decisão de UCL

Diferente da primeira etapa, o segundo tempo começou com o Real Madrid ficando mais tempo com a bola, cadenciando bastante o jogo e jogando com o regulamento "debaixo do braço". O Atléti parecia ter "desistido" após o gol sofrido no fim do primeiro tempo, já que não conseguia mais chegar com tanta intensidade.

A primeira grande chance da segunda etapa, porém, foram dos donos da casa, quando Carrasco recebeu na área, cortou Varane e finalizou, mas Navas defendeu bem. Na sobra, Griezmann cabeceou meio que cara a cara com o costarriquenho, que fez um milagre, salvando os merengues de tomar o terceiro.

O Real Madrid, aproveitando um abatido Atléti, ainda buscava chegar, pelo menos, ao empate, tanto que quase marcou, quando Marcelo recebeu na esquerda, cruzou, Benzema cabeceou e a bola tirou tinta da trave de Oblak, que estava totalmente vendido no lance. Depois disso, nada de mais importante aconteceu e os merengues puderam comemorar mais uma vaga na final.

VAVEL Logo