Seleção VAVEL da Bundesliga 2016/17
Foto: Hugo Alves/Editoria de Arte/VAVEL Brasil

A edição 2016-2017 da Bundesliga foi repleta de novidades. Menos no título. O Bayern de Munique conquistou o pentacampeonato inédito no Campeonato Alemão, que, apesar da ausência de algo novo no topo da tabela de classificação, contou com surpresas e jogadores bastante talentosos. Ao fim das contas, um campeonato marcado mais uma vez pelo equilíbrio, pela excelente média de público e por jogos competitivos, mesmo em partidas que não tinham mais nada em disputa. Além de marcar as despedidas de Philipp Lahm e Xabi Alonso, jogadores reconhecidos pelos talentos e conquistas nacionais, internacionais e mundiais.

Como é costumeiro, a equipe de redatores que participa na divulgação do futebol alemão na VAVEL Brasil comentou seu time ideal. Com a façanha do 27º troféu, o Bayern conta com cinco representantes, além do melhor jogador. As outras equipes que irão disputar a Uefa Champions League na próxima temporada tiveram dois jogadores cada. RB Leipzig, Borussia Dortmund e Hoffenheim foram citados, inclusive com melhor treinador e revelação. A Seleção VAVEL da Bundesliga 2016/17 foi escalada debaixo do esquema tático 4-3-3, com Neuer; Lahm, Süle, Hummels e Kolasinac; Keita, Thiago Alcántara e Forsberg; Dembélé, Lewandowski e Aubameyang.

Foto: Alexander Hassenstein|Bongarts|Getty Images

Confira a Seleção VAVEL Bundesliga 2016/17

Goleiro: Manuel Neuer (Bayern de Munique)

Foto: TF-Images|Getty Images

A reta final da temporada foi prejudicada por uma lesão no pé que aumentou para uma fratura. Mesmo ausente nos últimos jogos, Manuel Neuer mostrou porque a camisa 1 do Bayern de Munique e da Seleção da Alemanha é inalterável enquanto o arqueiro de 31 anos permanecer em atividade. A defesa bávara foi vazada apenas em 22 oportunidades nas 34 rodadas do certame nacional. Com 25 gols sofridos em 40 jogos na temporada, além de passar 20 partidas sem ter as redes balançadas, Neuer se consolida como um dos maiores do mundo e mais uma vez se torna presente como melhor goleiro da Bundesliga.

Menção honrosa: Ralf Fährmann (Schalke 04)

Lateral-direito: Philipp Lahm (Bayern de Munique)

Foto: Alexander Hassenstein|Bongarts|Getty Images

Um dos jogadores mais talentosos, completos e disciplinados que o futebol já viu em sua época contemporânea pendurou as chuteiras com o fim da temporada. Novamente, Philipp Lahm é o melhor lateral-direito do Campeonato Alemão após 26 partidas pela competição nacional. Foi um gol marcado, três assistências e nenhuma expulsão em sua carreira.

Zagueiro: Niklas Süle (Hoffenheim)

Foto: TF-Images|Getty Images

A temporada do Hoffenheim foi um sucesso principalmente pela harmonia entre jogadores jovens e atletas com certa rodagem no futebol alemão. Um dos destaques foi o jovem zagueiro Nikas Süle. O alemão de 21 anos de idade marcou dois gols e duas assistências com a camisa dos Hoffs. Ausente de apenas uma partida na Bundesliga, o defensor se consolidou como um dos principais talentos do país. Por isso, foi rapidamente contratado pelo Bayern de Munique e se torna um atleta bávaro a partir da próxima temporada.

Zagueiro: Mats Hummels (Bayern de Munique)

Foto: Boris Streubel|Getty Images

Na primeira temporada após o retorno ao Bayern de Munique, Hummels manteve a segurança e aplicação tática que o fez atuar por uma década nas categorias de base do time bávaro, no time principal do Borussia Dortmund e na seleção. Foram 42 jogos na temporada, com três gols marcados, três assistências e um desempenho cada vez mais elogiável.

Lateral-esquerdo: Sead Kolasinac (Schalke 04)

Foto: Anadolu Agency|Getty Images

A geração de jovens jogadores alemães põem vários times nos holofotes. Com o Schalke 04 não é diferente. A campanha dos Azuis Reais foi totalmente decepcionante e, pela primeira vez em oito anos, o time não vai disputar nenhuma competição europeia na próxima temporada. Porém, um atleta se salva. Apesar da temporada completamente esquecível, Kolasinac apresentou bons números, com três gols e cinco assistências em 25 partidas disputadas pela Bundesliga.

Menção honrosa: David Alaba (Bayern de Munique)

Volante: Naby Keïta (RB Leipzig)

Foto: TF-Images|Getty Images

Com excelentes atuações no Red Bull Salzburg, o volante Naby Keïta foi transferido ao RB Leipzig e se destacou em sua primeira temporada no futebol alemão. Junto com o restante do elenco, o jogador nascido na Guiné marcou oito gols e deu oito assistências em 31 partidas. Com a boa presença no ataque, o atleta foi peça importante para o time conquistar o vice-campeonato em seu primeiro ano na elite nacional, além de colocar os Saxões na Uefa Champions League da próxima temporada.

Meio-campo e melhor jogador da Bundesliga 2016-2017: Thiago Alcántara (Bayern de Munique)

Foto: TF-Images|Getty Images

Depois de anos marcados por lesões que atrapalharam sua carreira, o camisa 6 do Bayern de Munique teve uma temporada com números e atuações convincentes. Titular absoluto, foi peça fundamental para o pentacampeonato do time bávaro. Aos 26 anos de idade, Thiago Alcántara teve números significativos, com nove gols e nove assistências em 41 jogos ao longo da temporada.

Meio-campo: Emil Forsberg (RB Leipzig)

Foto: Alex Grimm|Bongarts|Getty Images

O sueco de 25 anos atuava no futebol sueco e foi contratado pelo RB Leipzig. Ainda longe da equipe nacional, Forsberg já se destacava como um dos principais jogadores do clube saxão. Na elite, o futebol ficou ainda mais visível e elogiável. O jogador liderou as assistências da Bundesliga, com 22. Em 30 partidas, também foram oito gols de um dos destaques do RB Leipzig.

Menção honrosa: Timo Werner (RB Leipzig)

Atacante e revelação da Bundesliga 2016-17: Ousmane Dembélé (Borussia Dortmund)

Foto: Odd Andersen|AFP|Getty Images

Ele atua pelos dois lados do campo, principalmente pela direita. Atua no meio de campo e no ataque. Não resta dúvidas de que o garoto de 20 anos foi um dos jogadores mais significativos para o Borussia Dortmund e um dos atletas com maior destaque no futebol europeu. Ao todo, em todas as competições disputadas pelos aurinegros, foram 49 jogos, com dez gols marcados e 21 assistências, além do título da DFB-Pokal. Vale ressaltar que foi a primeira temporada de Dembélé com a camisa do Dortmund.

Atacante: Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

Foto: Boris Streubel|Getty Images

Pela segunda temporada consecutiva, o centroavante polonês marcou 30 gols no Campeonato Alemão. Com tantos tentos assinalados mais uma vez, Lewandowski foi novamente decisivo para o pentacampeonato nacional do Bayern de Munique. Nas outras competições, os gols não foram tão decisivos, uma vez que os bávaros conquistaram apenas a Bundesliga dentre os títulos possíveis a serem obtidos no primeiro semestre de 2017. Mesmo assim, o camisa 9 segue como um dos maiores centroavantes da década.

Atacante: Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund)

Foto: Alexandre Simões|Borussia Dortmund

Foi mais uma temporada de dura concorrência com Lewandowski para saber quem seria o melhor atacante e goleador da temporada no futebol alemão. Anthony Modeste, do Colônia, quase desbancou os favoritos, mas Aubameyang surpreendeu e conquistou o prêmio de artilheiro da Bundesliga na última rodada. Com 31 gols marcados, o gabonês se tornou o maior goleador em uma edição do torneio. Em toda a temporada, foram 40 tentos assinalados e cinco assistências em 46 partidas, além do título da DFB-Pokal. Com isso, aumentam os rumores de sua saída do Borussia Dortmund em uma transação absurdamente milionária e cheia de especulações na imprensa europeia. A esperar o futuro de Auba.

Menções honrosas: Arjen Robben (Bayern de Munique), Andrej Kramaric (Hoffenheim), Sandro Wagner (Hoffenheim), Anthony Modeste (Colônia) e Lars Stindl (Borussia Mönchengladbach)

Técnico: Julian Nagelsmann (Hoffenheim)

Foto: Amelie Querfürth|AFP|Getty Images

Julian Nagelsmann faz história de maneira individual e no clube que trabalha, o Hoffenheim. Com apenas 29 anos de idade, o reconhecimento em escala nacional já veio quando foi premiado como melhor treinador do futebol alemão em 2016. O trabalho não foi afetado. Os Hoffs, que conseguiram impressionante ascensão na temporada passada ao sair da zona de rebaixamento e garantir a permanência com uma rodada de antecedência, alcançou o maior feito em sua história. O clube garantiu participação inédita na Uefa Champions League.

Foto: Thomas Lohnes|Bongarts|Getty Images

Na quarta posição, a equipe ganha mais destaque internacional. Com o trabalho de mescla precisa entre jovens atletas e outros jogadores experientes, o Hoffenheim foi um dos melhores times da Bundesliga graças ao pioneiro, considerável e elogiável trabalho de Julian Nagelsmann.

Menções honrosas: Carlo Ancelotti (Bayern de Munique), Ralph Hasenhüttl (RB Leipzig), Christian Streich (Freiburg), Peter Stöger (Colônia) e Alexander Nouri (Werder Bremen).

Participantes da Seleção VAVEL Bundesliga 2016/17: Taynã Melo, Alexander Efraim, Brandon Vicente, Hyago de Paula, Izabelle França, Luís Francisco Prates, Mariana Souza, Sophia Cohen e Tiago Barbosa.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo