Especiais La Liga 2016/17 Athletic Bilbao: temporada de decepções e incertezas

Dando sequência ao bom trabalho de Ernesto Valverde, a temporada de 2016/2017 do Athletic Bilbao ficou marcada pela dificuldade de vencer os grandes confrontos e a regularidade contra os adversários considerados mais fáceis. Tudo isso unido a um pouquinho de sorte e suspense.

Com a sequência dada ao treinador, a expectativa do torcedor basco no início da temporada era de briga por uma vaga na Uefa Champions League, além de uma boa participação na Uefa Europa League. Entretanto, nem tudo ocorreu como o esperado e a temporada dos leones deixou muito a desejar.

Uefa Europa League: A eliminação precoce

O sucesso da temporada 15-16 deu ao Athletic a vaga direta na fase de grupos da segunda competição mais importante da Europa e que recentemente passou a ser alvo dos clubes espanhóis “de segundo escalão” como Atlético de Madrid e Sevilla, além do próprio Bilbao.

Principal nome do grupo F, era comum apontar os rojiblancos como favoritos da chave e provável líder. Mas, como será recorrente neste texto, a expectativa não foi correspondida e a liderança do grupo ficou com o Genk, deixando ao clube basco apenas a segunda posição do grupo.

A vice-liderança no grupo significou ao Athletic ter que enfrentar na fase 32 avos de final um clube que havia passado em primeiro lugar, ou seja, um adversário que, supostamente, ofereceria mais dificuldade. E o escolhido foi o israelense Apoel, líder do grupo B que também tinha o Olympiacos, vice-líder.

Foto: Getty Images

Dos males o menor? Pelo contrário. Após uma vitória apertada por 3-2 em Bilbao, o Athletic foi até Israel definir a sua vida e acabou sendo derrotado pelo placar de 2-0 e deixou a competição precocemente, interrompendo o sonho europeu de Ernesto Valverde e cia.

Copa do Rei: O drama do quase

Quando se disputa a Copa do Rei, uma das principais angústias por parte dos times que cercam Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid é torcer para não enfrentá-los e, assim, prolongar sua permanência na competição, visando uma possível chegada na final.

Foto: Getty Images

O Athletic não deu essa sorte e apesar da boa vitória na primeira fase da competição frente ao Racing Santander, foi derrotado pelo Barcelona na segunda fase da competição. Os rojiblancos venceram a partida de ida por 2-1 e foram eliminados em pleno Camp Nou, após serem derrotados por 3-1, totalizando 4-3 para o Barcelona, no agregado.

La Liga: Dificuldade nos confrontos diretos

Ao analisarmos os resultados do Bilbao durante toda a temporada que passou notamos uma curiosidade: das 13 derrotas que o clube sofreu em toda a competição, oito delas foram para adversários diretos, que brigavam pelas posições da parte de cima da tabela.

Com base nessas análises podemos afirmar que o fator definitivo para a má temporada dos rojiblancos foi não conseguir somar pontos contra seus adversários diretos, o que é de suma importância dentro de uma competição que é marcada pela disputa dos clubes “secundários” pelas vagas nas competições europeias.

Todo esse drama resultou em mais um drama. Após finalizar a competição na 7ª posição - que não garante vaga em nenhuma competição europeia - o Bilbao precisou torcer para o seu algoz da Copa do Rei, Barcelona, ser campeão da mesma para herdar a vaga. Sendo assim, apesar de uma temporada instável, a equipe basca conseguiu uma vaga para a fase classificatória da Uefa Europa League.

VAVEL Logo