Hudson lamenta eliminação da Nova Zelândia: “Profundamente decepcionado com o resultado”

O sonho da Nova Zelândia de fazer história na Copa das Confederações chegou ao fim nesta quarta-feira (21). A seleção representante da Oceania foi derrotada pelo México por 2 a 1 no  Estádio Olímpico de Sochi, e acabou eliminada da competição. A Nova Zelândia até saiu na frente do placar, com o capitão Wood marcando aos 42 minutos do primeiro tempo. Mas a Seleção comandada por Juan Carlos Osorio foi pra cima na segunda etapa e virou a partida com gols de Jiménez e Peralta.

Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador Anthony Hudson, lamentou o resultado diante da equipe latina, mas exaltou a postura de seus comandados.“Profundamente decepcionado com o resultado, mas tivemos uma performance incrível. Nós fomos a equipe dominante na primeira etapa, sem sombra de dúvidas. No início do segundo tempo nós cedemos espaço e permitimos que eles trocassem passes. Isso nos prejudicou”, disse.

Hudson observou uma evolução na equipe em relação a primeira partida, quando os All Whites foram derrotados pela Rússia por 2 a 0. O treinador também lembrou que o time está sendo ajustado, mas que ainda assim acreditou que poderia conquistar um resultado melhor.

“Odeio a palavra desenvolvimento, mas metade desse time é diferente do que foi há um ano. Ainda estamos tentando ajustar e mudar as coisas e essa foi uma grande mudança no último jogo. Nós apenas tivemos muita confiança e crença em nós mesmos, tentamos jogar mais e jogamos no campo do México. Nós os pressionamos e causamos muitos problemas”, afirmou.

O treinador ficou satisfeito com desempenho da Nova Zelândia diante do México. Para Hudson, agora falta aliar as atuações aos resultados. "Minha equipe foi muito boa esta noite contra o forte time do México. Fizemos de tudo para tentar a vitória. Nós demos um grande passo para conquistar os objetivos que ainda temos pela frente.  Agora, é transformar essas grandes performances em grandes resultados”, declarou.

A Nova Zelândia volta a campo no próximo sábado (24), quando enfrenta Portugal  na Arena Zenit, em sua despedida da Copa das Confederações. Na fase final das Eliminatórias da Oceania, os All Whites disputarão com as Ilhas Salomão uma vaga na repescagem contra o quinto colocado da América do Sul. O vencedor deste segundo duelo ganhará uma vaga na Copa do Mundo de 2018. 

VAVEL Logo