Jornais contradizem declaração de Raphael Guerreiro, e lateral pode seguir na Copa das Confederações

Um pequeno desencontro de informações agitou os bastidores da Seleção Portuguesa nesta quinta-feira (22). Logo nas primeiras horas do dia, o jogador Raphael Guerreiro utilizou suas mídias sociais para falar sobre a lesão que o tirou de combate ainda durante o segundo tempo da partida contra a Rússia. Com um certo tom de despedida, o atleta deu a entender que estava fora da disputa da Copa das Confederações.

"Obrigado a todos pelas mensagens de apoio. Tenho uma fratura, mas não é de agora, mas não tenho dores a este nível. Felizmente não tenho mais fratura nenhuma onde sinto as dores, por enquanto não posso pôr o pé no chão, nem mexer o pé... Mas continuo aqui para apoiar os meus companheiros da seleção para o resto da competição. Obrigado e abraços a todos", disse o lateral.

A FPF (Federação Portuguesa de Futebol) confirmou a inexistência de nova fratura no local afetado pelo pisão sofrido pelo jogador, como noticiado pelo próprio em sua declaração. Entretanto, apesar das fortes dores, a imprensa local afirma que Raphael poderá ter condições de jogo durante as fases finais da competição, informação que contradiz a própria postagem do atleta. 

O jornal português Record confirmou que o lateral não entrará em campo no próximo compromisso lusitano, diante da já eliminada Nova Zelândia, mas que é esperado que o atleta se recupere no decorrer da competição. O evidente desencontro de informações fez Raphael Guerreiro apagar a publicação de sua rede social.

O lateral-esquerdo de 23 anos, atualmente no Borussia Dortmund, vem sendo um dos destaques da Seleção Portuguesa nesta Copa das Confederações. Foi dele a assistência para o gol de Cristiano Ronaldo, que decretou a vitória suada dos lusitanos diante dos donos da casa.

VAVEL Logo