Ochoa lamenta derrota para Portugal: "Merecíamos um resultado melhor"

Neste domingo (2) pela manhã, México e Portugal se enfrentaram na disputa de terceiro lugar da Copa das Confederações 2017. Na decisão entre as duas equipes, Portugal levou a melhor e venceu os mexicanos por 2 a 1 na prorrogação. Após a partida, o goleiro mexicano Guillermo Ochoa falou em entrevista lamentando o resultado da partida.

Para o goleiro, a derrota não foi justa pelo esforço e campanha dos mexicanos. Porém, Ochoa também destacou a atitude e postura da equipe durante toda a competição.

“O terceiro lugar teria sido o mais lógico para nós. Fizemos um grande esforço e sacrifício desde que chegamos, portanto merecíamos um resultado melhor. A equipe demonstrou atitude, garra, caráter, dignidade e futebol. Em termos gerais, foi positivo”, salientou o goleiro.

Ochoa também enalteceu a equipe mexicana e o trabalho de técnico Osório, acreditando que a seleção tem um grande futuro se continuar neste nível. O goleiro ainda se despediu da Rússia, mas já quer voltar para o Mundial de 2018.

“Se continuarmos nesta linha, o futebol vai recompensar-nos no futuro. Sinto-me orgulhoso da equipa. Agora vamos embora, mas com vontade de voltar para a Copa do Mundo”, comentou Ochoa.

Por fim, o arqueiro comentou acerca do vídeo-arbitro, que é uma nova tecnologia no futebol, e apontou o novo auxilio como polêmico. Para o goleiro, a inovação ainda precisa melhorar e não é sempre justa.

“É um tema muito polêmico e vai continuar sendo. Algumas jogadas sim, outras não... Terão de melhorar e procurar uma forma que seja a mais justa possível. Hoje não sentimos que fôssemos tratados com essa justiça”, finalizou.

Com o resultado de 2 a 1 para Portugal contra o México na Arena Otkrytie, em Moscou, os Mexicanos ficaram apenas com o quarto lugar na competição, repetindo a campanha de 2005. Os mexicanos foram campeões da Copa das Confederações em 1999 e também somam um terceiro lugar em 1995.

VAVEL Logo