Dirigente do Milan descarta Luan: "Não vamos contratar atletas que atuem no futebol sul-americano"

Nesta quarta-feira (5), o Milan se reapresentou no CT Milanello para a disputa da temporada 2017/18. Em entrevista coletiva na sede do clube, o diretor esportivo milanista, Massimiliano Mirabelli, colocou fim a várias especulações que surgiram nos últimos dias. O dirigente do Diavolo garantiu que o clube não irá contratar jogadores que atuem no futebol sul-americano e explicou o motivo.

"Se no futuro surgir a possibilidade de contratar um jogador extracomunitário, com certeza não traremos alguém que atue no Brasil ou na Argentina, porque jogadores que vêm de lá precisam de algum tempo para adaptação e preferimos jogadores mais prontos. Talvez no futuro poderemos trazer alguém que seja extracomunitário, mas que jogue na Alemanha ou França, por exemplo", ressaltou. 

Com isso, o Milan sai da briga para contratar o atacante Luan, do Grêmio, que faz grande temporada e chama a atenção de grandes clubes europeus. O jovem brasileiro, que esteve na Seleção Olímpica vencedora da medalha de ouro na última Olimpíadas Rio-2016, tem contrato até setembro de 2018 com o clube gaúcho.

+ Na mira da Internazionale, Luan recebe proposta oficial da Sampdoria

A reapresentação do elenco também contou com a presença maciça da maior torcida organizada do clube, a Curva Sud, depois de dois anos de ausência. Os torcedores presentes fizeram muita festa durante os treinamentos com cânticos e muita empolgação pelas novas contratações.

O Milan efetuou seis contratações para a próxima temporada nesta janela de transferências: o zagueiro Mateo Musacchio, o meio-campista Franck Kessié, o lateral-esquerdo Ricardo Rodríguez, os atacantes André Silva e Fabio Borini, e o meia-atacante Hakan Çalhanoglu.

O sétimo reforço do Milan deve ser o lateral-direito Andrea Conti, destaque da Atalanta e da Seleção Italiana Sub-21. Segundo a Sky Sport Italia, o clube vai pagar € 25 milhões, mais os direitos econômicos do jovem meia Matteo Pessina, para fechar com o jogador por cinco temporadas.

VAVEL Logo