Napoli bate Hellas Verona fora de casa e começa bem na Serie A
Foto: Miguel Medina/AFP

Sob forte chuva em Verona, o Napoli venceu o Hellas Verona, neste sábado (19), por 3 a 1, no estádio Marc’Antonio Bentegodi, e começou bem na Serie A 2017/18. A equipe de Nápoles não encontrou dificuldades para derrotar os gialloblù. Os gols dos visitantes foram marcados por Souprayen (contra), Milik e Ghoulam, enquanto Pazzini descontou.

Agora, o Napoli dá uma pausa na Serie A e foca suas atenções no jogo de volta dos playoffs da Uefa Europa League. Na terça-feira (22), às 15h45, os comandados de Maurizio Sarri enfrentarão o Nice, na Allianz Riviera, em Nice. No confronto de ida, em Nápoles, os italianos venceram por 2 a 0.

Pela a liga italiana, o time partenopeo voltará a campo no próximo domingo (27), às 15h45, para receber a Atalanta, no estádio San Paolo. Já o Hellas Verona buscará reabilitação diante do Crotone, no Ezio Scida, no mesmo dia e no mesmo horário.

Domínio napolitano e dois gols

O Napoli impôs seu estilo ofensivo em Verona desde o apito inicial do árbitro Michael Fabbri. Insigne era o jogador que mais incomodava a defesa do time gialloblù. Em 20 minutos de jogo, o atacante finalizou a gol três vezes, levando muito perigo à meta do arqueiro brasileiro Nicolas.

Mas, aos 32 minutos, a casa do Hellas Verona caiu. Callejón cobrou escanteio, Nicolas não conseguiu cortar o cruzamento, a bola bateu na canela do lateral-esquerdo Souprayen e tomou o rumo das redes. Seis minutos mais tarde, o Napoli ampliou o resultado.

Rômulo o passe no ataque, Diawara roubou, acionou Insigne, o camisa 24 avançou e tocou de trivela a Milik, que finalizou de perna direita. Já os donos da casa chegaram com perigo apenas uma vez. Ceci recebe bom passe na ponta direita e soltou uma bomba, espalmada por Pepe Reina.

Napoli controla e vence

O Hellas Verona adotou uma postura mais atrevida no segundo tempo. Empurrado pela torcida, o time treinador por Fabio Pecchia aditou as linhas de marcação e por pouco não diminuiu o prejuízo, com o veloz Verdi. Mas o Napoli logo equilibrou as ações e retomou o domínio da partida. A entrada de Mertens, artilheiro do time napolitano na última Serie A, no lugar de Milik deu mais mobilidade ao ataque.

Aos 62 minutos, saiu o terceiro da equipe de Maurizio Sarri. Após tabela entre Mertens e Insigne, o belga dividiu a bola com o goleiro; Ghoulam pegou a sobra e não perdoou. Mesmo com 3 a 0 no marcador, o Napoli não tirou o pé do acelerador e seguiu imprimindo um ritmo ofensivo ao Verona. A dupla Insigne-Mertens obrigou o brasileiro Nicolas a fazer duas intervenções.

Porém, na reta final de partida, o Verona diminuiu e inflamou a torcida. Hysaj empurrou Bessa dentro da área e foi expulso. Pazzini converteu a penalidade com êxito. Com o gol, equipe da casa passou a acreditar em um possível empate. Cáceres, inclusive, quase marcou o segundo do Hellas, cabeceando à esquerda da meta de Reina.

VAVEL Logo