Mönchengladbach domina e supera Colônia no primeiro Rhinederby da temporada
Foto: Divulgação/Bundesliga

Visando manter a supremacia diante de seu maior freguês, o Borussia M’Gladbach recebeu o Köln neste domingo (20) pela rodada de abertura da Bundesliga, no Borussia-Park, em Mönchengladbach. Apesar do domínio, os Potros triunfaram por apenas 1 a 0, tento de Nico Elvedi.

O Gladbach volta a campo no sábado (26), quando enfrentará o Augsburg, fora de casa, enquanto o Colônia, dessa vez diante de sua torcida, recebe o Hamburgo, na sexta-feira (25), partida de abertura da rodada.

Potros param em Hörn na etapa inicial

Atuando diante de sua torcida e detentor de um excelente aproveitamento diante de seu maior rival, o Borussia M’Gladbach iniciou o confronto controlando todas as ações ofensivas da partida, não dando chance alguma ao Colônia, que se defendia como podia. Traoré, bastante ativo na partida, foi o jogador que mais incomodou nos primeiros minutos, principalmente em jogadas individuais contra a defesa adversária.

O problema, no entanto, continuava sendo o poder de finalização dos Foals. Lars Stindl, por exemplo, teve duas chances para abrir o placar, todavia o meia-atacante aproveitou para consagrar o arqueiro Hörn, destaque da etapa inicial no Borussia-Park. Após minutos de pressão, os visitantes conseguiram aliviar o número de chances do Borussia, até os minutos finais, quando Hörn apareceu novamente, dessa vez para realizar grande defesa em finalização de Raffael.

Mesmo sem conseguir vencer a defesa adversária, o Borussia M’Gladbach mostrou muita qualidade no jogo coletivo – algo nítido nas trocas de passes nas construções das jogadas. Denis Zakaria, substituto natural de Dahoud, teve boa participação no meio-campo, com uma boa postura.

Gladbach marca no início da etapa complementar e garante triunfo no derby

Já no início da etapa complementar o Gladbach realizou uma jogada coletiva de forma magnífica até chegar a Ibrahima Traoré, que encontrou Nico Elvedi livre no flanco direito, e o lateral apenas teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes, inaugurando o marcador no Borussia-Park.

Com a vantagem no placar, os Potros não diminuíram o ritmo e prosseguiram criando inúmeras chances para ampliar o marcador, essencialmente através de Traoré, que continuava incomodando a defesa do Colônia e com Raffael, mais participativo na etapa complementar. Stindl também teve chances de marcar, no entanto parou em Hörn novamente.

Ainda acuado e sem incomodar a defesa adversária, o Colônia se limitava a defender – e bem, tentando evitar que o prejuízo fosse maior. Sem a presença de Modeste, negociado, o ataque perdeu em efetividade, tornando todas as mudanças de Stöger ineficazes.

Vestergaard, em cabeçada, quase ampliou a vantagem dos Potros, que continuavam dominando as ações até os últimos quinze minutos de partida, quando os bodes esboçaram alguma reação – porém sem qualquer jogada construída para ameaçar o arqueiro Sommer, mero espectador durante quase toda partida.

Com o seus pontas cansados, Hecking promoveu as entradas de Patrick Herrmann e Jonas Hofmann, dando maior velocidade ao ataque, principalmente com Herrmann, jogador de velocidade pela direita. Bobadilla, reestreando com a camisa dos Potros, teve chance clara de definir o confronto caso tivesse servido seu companheiro, mas o centroavante preferiu tentar uma cavadinha e parou no goleiro Hörn.

Mesmo com a oportunidade desperdiçada, o Borussia conseguiu corroborar sua excelente atuação coletiva em um triunfo de suma importância para iniciar a temporada.

VAVEL Logo