Sevilla aguenta pressão no fim e avança à fase de grupos da UCL ao empatar com Basaksehir

Sevilla passou, de certo modo, um sufoco desnecessário nesta terça-feira (22). No jogo de volta da fase de playoffs da Uefa Champions League 2017/18, os espanhóis receberam os turcos do Istanbul Basaksehir após vencerem a ida, na Turquia, por 2 a 1. Os donos da casa saíram atrás com um gol de Elia, viraram com Escudero Ben Yedder, tomaram o empate no final e sofreram uma grande pressão, mas aguentaram o 2 a 2 e garantiram vaga na fase de grupos.

Agora, os espanhóis esperam o sorteio que acontecerá na próxima sexta-feira (25), às 8h, para saber seu futuro na competição. A equipe espanhola se encontra no segundo pote.

As duas equipes retornam aos gramados no próximo domingo (27). O Sevilla visita o Getafe, às 15h15, enquanto, um pouco mais cedo, o Basaksehir recebe o Konyaspor.

Elia deixa turcos na frente e põe fogo na eliminatória

Desde o começo do jogo os turcos mostravam estar mais ligados e com mais vontade de jogo, se movimentando muito bem na frente. Porém, a primeira grande chance foram dos donos da casa, quando Mercado recebeu na intermediária, soltou uma bomba e a bola explodiu na trave de Volkan.

Mas poucos minutos depois dessa grande chance, o Basaksehir chegou ao gol que abriu a contagem no Ramon Sanchez Pizjuan, quando Adebayor saiu da área para receber, avançou pela direita, deu grande passe em profundidade para Junior Caiçara, que recebeu, cruzou rasteiro e Elia apareceu para completar de primeira: 1 a 0 Basaksehir.

Comemoração de Elia do seu gol | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images
Comemoração de Elia do seu gol | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images

Depois disso, a partida ficou bastante morna na Espanha, mesmo com os visitantes, que precisavam de mais um gol, tentando pressionar, mas parando no bloqueio defensivo formado pelos comandados de Eduardo Berizzo. Por outro lado, os donos da casa eram pouco criativos e pareciam, de certo modo, até acomodados com a vantagem. Nada mais aconteceu na primeira etapa e os turcos foram para o intervalo com a vantagem.

Espanhóis viram, sofrem empate, mas aguentam grande pressão no fim

Se o primeiro teve apenas alguns poucos momentos em alta intensidade, o segundo foi simplesmente espetacular. Logo cedo, os donos da casa chegaram ao empate, quando Correa puxou contra-ataque, passou para N'Zonzi, que abriu na direita para Jesús Navas, que cruzou na segunda trave, mais exatamente na cabeça de Escudero, que apareceu de surpresa para deixar tudo igual: 1 a 1.

Movido por sua fervorosa torcida, o Sevilla seguiu mandando na segunda etapa. Após perder boas chances, os rojiblancos chegaram a virada, e em grande estilo, quando Nolito fez grande jogada individual na entrada da área, bagunçou a defesa turca e abriu com o artilheiro Ben Yedder, que recebeu na área e chutou cruzado, rasante, sem chance para Volkan: 2 a 1 Sevilla.

Ben Yedder comemorando o gol da virada sevillista | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images
Ben Yedder comemorando o gol da virada sevillista | Foto: Aitor Alcalde/Getty Images

Só que logo após o gol, os donos da casa se acomodaram ainda mais no placar, fazendo com que o Basaksehir crescesse muito na partida. E o que parecia se encaminhar para mais uma vitória e classificação, de certo modo, tranquila, virou um sufoco total, quando, já na parte final do confronto, Elia cruzou da esquerda, Napoleoni, no pivô e bem marcado, conseguiu ajeitar para Visca e o meia emendou uma bomba de canhota, empatando o jogo: 2 a 2.

Nos últimos dez minutos de jogo foi ataque contra defesa, com os turcos buscando apenas um golzinho a todo custo. E a grande chance veio aos 44', quando Lenglet cometou falta na entrada da área. O capitão da equipe, o volante Emre, foi para a cobrança e mandou a bola na trave de Sergio Rico, dando números finais a um grande jogo, cheio de emoção no Ramon Sanchez Pizjuan.

VAVEL Logo