Para encerrar carência no ataque, Rennes intensifica buscas por De Préville e Beauvue
Rennes mira o atacante desde os tempos de Stade Reims (Foto: Divulgação/Lille)

Se os 17 milhões de euros investidos pelo Rennes na contratação do jovem ponta Ismaila Sarr assustaram os torcedores locais, o clube Bretão ainda não encerrou suas atividades no mercado de verão - na concepção da comissão técnica, que contempla de um elenco jovial, a necessidade por jogadores mais talhados tem sido considerada prioridade.

Para realizar tais ações em prol da continuidade do promissor trabalho de Christian Gourcuff, que além de comandante do SRFC, é pai de Yoann Gourcuff, os nomes avaliados como interessantes são os de Nicolas De Préville e Claudio Beauvue - o primeiro representante vem sendo vinculado ao clube desde a abertura da janela e seu passe está estipulado em 10 milhões de euros.

De acordo com o L'Équipe, o desejo de Gourcuff por De Préville no Rennes é tido como sonho antigo, já que as pretensões do técnico passam pelas variações do convencional 4-2-2-2 se alternando a uma formatação com três homens na criação - dentro disso, a versatilidade do atacante que está de saída do Lille seria vital para o funcionamento do time no geral.

Já com relação ao velocista Claudio Beauvue, a informação que traz o mesmo requisitado jornal francês citado, é de que o jogador que atualmente defende o Celta de Vigo e também atua pela seleção de Guadalupe, estaria insatisfeito pela falta de oportunidades em demonstrar seu melhor futebol na Galícia - além do Rennes, o Marseille tem sondado o jogador. Em sua última passagem no futebol francês, quando foi contratado pelo Lyon na época, o atleta que baseia estilo próprio tendo parâmetro no altruísmo para destoar individualmente, pouco agradou e chegou a ser considerado um dos piores jogadores do OL neste século.

Foto: Divulgação/Lyon

​Outras fontes renomadas como Le Parisien e BeIN Sports citam que há um consenso entre Lille e Rennes com relação a transferência de Nicolas De Préville para o rubro-negro francês - porém, o atleta ainda não se decidiu sobre seu futuro, segundo pessoas próximas do jogador, ele prefere uma ida ao Bordeaux diante da iminente negociação com o SRFC; enquanto em fases iniciais das tratativas entre Rennes e Celta de Vigo, a situação de Beauvue está indefinida - vale ressaltar que o melhor momento da carreira do atleta em âmbito nacional, foi atuando justamente pelo Guingamp em 2014/15, rival regional do Stade Rennais.

Existem vários questionamentos da mídia com relação a transparência do clube de maior apelo na Bretanha no mercado, até mesmo duvidando de virtudes financeiras para concretizar contratações impactantes levando em conta sua tradição em formar grandes atletas.

A justificativa para tantos gastos recentes, está exatamente nesse ponto de revelar e lucrar com as pratas da casa - com as vendas de Adama Diakhaby ao Mônaco por 10 milhões de euros, juntamente do valor obtido em Ousmane Dembélé na negociação com o Borussia Dortmund no verão passado. O Rennes tem seu elipse no mercado baseado, além das vendas faladas, na ótima administração feita nos últimos anos - um exemplo para outros clubes médios do país.

Na última temporada, em seus respectivos clubes, ambos jogadores vinculados ao Rennes tiveram desempenhos muito diferentes: enquanto atuando pelo caótico Lille que fez temporada irregular, De Préville anotou 14 tentos, o baixinho Beauvue pouco teve tempo de jogo na Espanha e acumulou apenas um gol em 13 partidas disputadas. 

VAVEL Logo