Maior artilheiro da Inglaterra, Wayne Rooney anuncia aposentadoria da seleção

O futebol de seleções amanheceu mais triste nesta quarta-feira (23). Wayne Rooney, maior artilheiro da história da Seleção Inglesa, anunciou sua aposentadoria do English Team através de uma nota em seu site oficial após fazer 59 gols em 119 partidas defendendo seu país.

Segundo a nota, o atacante havia recebido uma ligação nesta terça-feira (22) de Gareth Southgate, treinador da Inglaterra, que lhe chamou para ser convocado para disputa de próximas partidas, contudo o jogador acabou contando de sua decisão no momento. "Foi muito bom que Gareth Southgate tenha me ligado para dizer que eu seria chamado na próxima convocação. Eu gostei muito disso", escreveu.

Após 13 anos longe do Goodison Park, Rooney marca e Everton derrota Stoke

"Contudo, já tendo pensado muito sobre o assunto, comuniquei a Gareth que havia deixado o futebol internacional. E essa é uma decisão muito difícil de ser tomada e eu a discuti muito com meus familiares, meu técnico no Everton e as pessoas mais próximas de mim", acrescentou Rooney.

Explicando os motivos para o parecer, o ex-Manchester United disse que era para focar 100% do seu tempo restante como atleta para ajudar o Everton, clube que o formou, a conquistar seus objetivos. "Deixar o United já foi uma decisão extremamente difícil, mas eu sei que fiz o certo voltando para casa, aqui no Everton. Agora, quero focar todas as minhas energias em ajudar eles serem bem-sucedidos", esclareceu.

Pouco utilizado no United, Wayne Rooney retorna ao Everton após 13 anos

Acreditando realmente que o momento era de se afastar, Wayne ainda exaltou as lembranças que tem de quando era chamado para jogar por sua seleção ou quando capitaneou a mesma. "Jogar pela Inglaterra sempre foi especial para mim. Sempre que fui escolhido para atuar como jogador ou capitão me senti privilegiado e agradeço muito àqueles que me ajudaram. Mas creio que agora é a hora de me aposentar", clamou. 

Agora se colocando na posição de torcedor, o camisa 10 do Everton espera que os novos jogadores que estão evoluindo no English Team possam conquistar algo que ele não conseguiu: ser campeão. "Um dos meus únicos arrependimentos foi de não ter conseguido participar de um elenco campeão. Espero que os novos atletas que Gareth está trazendo, possam trazer consigo essa ambição e se apoiar nisso. Um dia, esse sonho se concretizará, e eu estou ansioso para ver isso como um espectador - ou em qualquer outra capacidade", completou, não descartando a possibilidade de trabalhar na sua seleção novamente. 

VAVEL Logo