Paulinho chega ao Barcelona disposto a conquistar títulos: "Quero ganhar tudo"
Foto: Ernesto Aradilla/VAVEL

Paulinho chega ao Barcelona disposto a conquistar títulos: "Quero ganhar tudo"

Meia brasileiro falou sobre as expectativas para a próxima temporada

rodrigodacosta
Rodrigo da Costa

O brasileiro Paulinho foi contratado pelo Barcelona e foi apresentado em meio a crise que vive a diretoria com os principais jogadores do elenco. A situação agravou após a derrota por 5 a 1 no placar agregado para o Real Madrid. Apesar disso, o meia falou exclusivamente ao site Mundo Deportivo sobre as expectativas para a primeira temporada no clube catalão e revelou querer conquistar todos os títulos.

"Quero ganhar todos os títulos possíveis. La Liga, Champions League, Copa do Rei... gostaria de ganhar tudo", disse o brasileiro.

Um ano antes da próxima Copa do Mundo e titular da seleção brasileira sob o comando de Tite, Paulinho deixou a China rumo ao Barcelona e revelou que deseja fazer uma boa temporada para chegar bem ao Mundial.

"Tenho a confiança que será um ano diferente. Espero fazer um grande trabalho no Barcelona durante a temporada e ir à Copa do Mundo bem para fazer um grande papel com meu país", afirmou.

Confira mais trechos da entrevista

Como foi a recepção dos companheiros?

"Desde o primeiro dia e o primeiro treinamento fiquei muito surpreso com o tratamento e a atitude dos companheiros. Me fizeram me sentir um mais desde o começo"

Algum detalhe especial?

"Nada em particular, só que todos se ofereceram para me ajudar a buscar casa e também pela minha mulher, que está grávida, e necessitava de algum médico ou alguma atenção. São pequenos detalhes que marcam a diferença. Gostei bastante do carinho e da humildade que tem dentro do vestiário"

Como é jogar e treinar com Messi?

"Faz uma semana que estou aqui e observei que ele é muito tranquilo. Tem uma capacidade muita acima do resto. Tive a oportunidade de jogar contra pela seleção e agora tenho a oportunidade de jogar junto do melhor jogador do mundo, é uma satisfação muito grande"

Conseguiu conversar com o treinador Ernesto Valverde?

"Nos conhecemos no primeiro dia, me apresentei à ele e a todos, foi tudo muito bem. Falou comigo para comunicar minhas intenções. Ele já sabe minhas qualidades e o que posso oferecer ao clube. Me disse para fazer meu trabalho tranquilo e eu estou aqui para ajudar da melhor maneira possível"

Sua chegada ajuda Sergio Busquets?

"Sempre joguei nessa função, tanto no Brasil quanto no Tottenham, e sempre tento ajudar. Nesse caso vou ajudar Busquets, que já tem suas funções. Posso ajudar muito na marcação e proteger mais a defesa para que os homens de frente tenham mais liberdade. Venho disposto a trabalhar, correr e ajudar a quem seja"

Se trata de uma posição muito importante no futebol atual?

"É muito importante para controlar o jogo no meio de campo, e quando não tem esse controle tudo fica mais difícil. O Barcelona tem jogadores de muita qualidade e qualificados para essa posição. O que temos que fazer é controlar a partida no meio e assim conseguimos que os atacantes estejam mais livres para resolver a partida"

Quem é o jogador Paulinho?

"Sou um jogador que exerce uma função de segundo volante, que tenho físico para subir e voltar em todo momento, e tenho muita resistência. Nunca tive problemas físicos na minha carreira. Tenho muita força e isso me ajuda bastante. Nos últimos anos tive oportunidade de marcar muitos gols, posso ajudar tanto na parte defensiva quanto na ofensiva"

André Gomes recebeu críticas pelo preço que pagaram por ele, teme que aconteça o mesmo com você?

"Não paro para pensar nisso. O que tenho que fazer é jogar bem e fazer o meu trabalho da melhor maneira possível. Me contrataram para ajudar a equipe e isso é a única coisa que me preocupa. Com 29 anos tenho experiência e vivi muitas situações no mundo do futebol"

O primeiro ano costuma ser mais de adaptação, vai pedir paciência aos torcedores?

"Não. Paciência, não. É claro que quando muda de equipe, de cidade ou país, tem que ter uma adaptação e uns jogadores fazem mais rápido do que outros. Eu vou tentar me adaptar o mais rápido possível. Em uma semana aqui levo muito mais coisas que fiz na minha primeira semana em Londres, por exemplo"

É verdade que reduziu o salário para jogar no Barcelona?

"Sim. Sempre foi uma pessoa que coloquei minha carreira acima do resto e agora chegou minha oportunidade, e fiz de tudo para poder jogar no Barcelona. O dinheiro não é o mais importante. Venho para realizar meu sonho, ganhar títulos e ser feliz"

VAVEL Logo
CHAT