Jesus marca, Sterling decide nos acréscimos e Man City bate Bournemouth em fim polêmico

Este sábado (26) de Premier League não poderia ter começado melhor. Bournemouth e Manchester City duelaram pela terceira rodada da competição na temporada de 2017/18 e os Citizens, visitantes do confronto, saíram com a vitória depois de um final polêmico. Charlie Daniels abriu o placar para os donos da casa com uma pintura, Gabriel Jesus empatou minutos depois e Raheem Sterling fez o da virada aos 52 da etapa final, quando o árbitro havia dado apenas mais cinco de acréscimo. O jogo terminou no 55º minuto. 

Ainda faltando todo os outros nove jogos na rodada, o City pula para a primeira colocação com a vitória sobre os Cherries, chegando agora no sétimo ponto na tabela de classificação. Os anfitriões deste sábado, por sua vez, continuam sem pontuar na atual época, podendo entrar na zona de rebaixamento ao fim da rodada. 

O torneio dá uma pausa para a Data Fifa, mas retorna no dai nove de setembro, quando o City irá receber o Liverpool pela quarta rodada, às 8h30. O Bournemouth joga duas horas e meia depois, contra o Arsenal no Emirates. Horários pelo de Brasília. 

Daniels abre placar com um golaço, mas Jesus empata no primeiro tempo

Como basicamente todos os jogos começam, Bournemouth e City tiveram seus momentos com a bola no início da partida, sendo que os visitantes tiveram mais a redonda, embora os donos da casa tivesse mais perigo no ataque. Esse perigo, porém, foi concretizado quando Charlie Daniels acertou um belo chute da entrada da área de primeira para mandar no canto superior esquerdo de Éderson e abrir o placar para os Cherries. Aos 18 minutos, Defoe aproveitou belo lançamento em sua direção e se atirou para o chute, mas o goleiro oponente fez a defesa. 

Dois minutos depois, contudo, o City chegou ao empate com Gabriel Jesus. O brasileiro cobrou falta rápida no meio de campo e correu para a área, onde conseguiu se desvencilhar da marcação por um segundo, tempo suficiente para receber belo passe entre a zaga e ter a chance de tirar do goleiro para igualar o placar. Só três minutos depois, Jesus recebeu cruzamento na área e chutou de primeira, mas errou o alvo. 

Com o relógio ainda rolando, o time de Guardiola continuou tentando virar o o jogo, contudo o melhor artificio encontrado para tentar furar a defesa da equipe de Eddie Howe foi cruzamento, de ambos os lados, mas em nenhum a redonda era desviada na área por um jogador de azul. O City chegou bem próximo de conquistar a virada em um chute bem próximo de Begovic, mas o arqueiro fez a defesa em dois tempos para garantir a igualdade naquele momento. 

Brasileiro conquistou igualdade aos Citizens menos de 10 minutos depois de estar atrás no placar (Foto: Victoria Haydn / Getty Images)
Brasileiro conquistou igualdade aos Citizens menos de 10 minutos depois de estar atrás no placar (Foto: Victoria Haydn / Getty Images)

Sterling marca no fim e City vence após final controverso

A etapa complementar começou da mesma forma que terminou a inicial: com o City tendo mais a posse da bola e chegando mais vezes no ataque, embora não conseguisse construir nada criativo ou efetivo para chegar ao gol da virada, focando sempre na exploração das pontas, principalmente a da esquerda com Sterling e Mendy. Os anfitriões tentaram aproveitar os contra-ataques que lhe fossem dados durante os momentos ofensivos do adversário. 

Apesar de tanto o City tentar, foi o Bournemouth que mais se aproximou de um gol na partida. King recebeu cruzamento rasteiro aos 15 minutos e chutou de primeira para o gol, mas a bola caprichosamente acertou a trave. Os visitantes continuaram tentando e um chute de Agüero quase o fez o jogador nascido fora da Europa que mais fez gols na Premier League, mas Begovic acabou fazendo a defesa e negando o recorde ao argentino. 

O jogo foi se aproximando dos 40 minutos e os times não saiam do 1 a 1, mesmo que os Citizens permaneceram tendo a bola no campo de ataque por mais tempo e tentando sempre furar a defesa adversária. Um cruzamento vindo da esquerda viu o esférico passar por todo mundo até chegar nos pés de David Silva, mas o espanhol precisar dividir o espaço da bola com a marcação, não conseguindo o chute preciso.

Já nos acréscimos, os visitantes conseguiram chegar ao tento da virada com Sterling, que chutou bola desviada na área para vencer o goleiro adversário. Antes da bola voltar a rolar, o inglês acabou sendo expulso por o segundo amarelo pela comemoração. O gol aconteceu sétimo minuto de acréscimo, quando o jogo foi dado apenas cinco a mais. No fim, os jogadores do Bournemouth foram protestar com Mike Dean. 

Sterling contou com sorte para conseguir o gol no fim (Foto: Mike Hewitt / Getty Images)
Sterling contou com sorte para conseguir o gol no fim (Foto: Mike Hewitt / Getty Images)
VAVEL Logo